Esportes

Kleina mira Burkina Fasso como exemplo

Da Redação ·

Por Rafael Reis, Enviado especial ITU, SP, 13 de fevereiro (Folhapress) - O técnico do Palmeiras, Gilson Kleina, usou a seleção de Burkina Fasso como exemplo para mostrar que sua equipe pode surpreender na Taça Libertadores da América. O clube alviverde estreia na competição amanhã, quando enfrenta o Sporting Cristal (PER), às 22h, no Burkina Fasso foi a grande surpresa da Copa Africana de Nações, encerrada no último domingo. A seleção chegou à final, mas perdeu para a Nigéria por 1 a 0. "Eu apostaria todas as minhas fichas no Palmeiras. Você tem que acreditar no trabalho. Acompanhei a Copa da África, Burkina Fasso não tinha nenhuma esperança e chegou à final", disse Kleina hoje em Itu, onde a delegação faz a preparação para o jogo contra o Sporting Cristal. "Falei de Burkina de Fasso porque foi uma surpresa, mas o Palmeiras tem tradição nesta competição". Kleina admitiu que o clube deve apresentar um futebol de resultado na competição. "Vamos nos entregar. Se tiver que fazer um futebol de resultado, vamos fazer. Até porque é ainda uma equipe heterogênea", completou. O Palmeiras está no Grupo 2 da Libertadores. Além do Sporting Cristal, a equipe enfrentará ainda o Libertad e o Tigre.  

continua após publicidade