Esportes

Fluminense tenta mostrar força na estreia na Venezuela

Da Redação ·
Uma equipe interessada acima de tudo na vitória é a que o Fluminense mandará a campo nesta quarta-feira, na Venezuela, para a estreia na Libertadores, de acordo com o treinador Abel Braga. Considerado um dos favoritos ao título da competição, o time carioca começa sua campanha diante do Caracas, a partir das 22 horas, pela abertura do Grupo 8, na capital venezuelana. Embora pouco conhecido internacionalmente, o Caracas é um dos mais queridos clubes venezuelanos. Segundo os olheiros de Abel Braga, é um time lutador, que costuma crescer quando joga em casa, diante de uma torcida exaltada - 20 mil ingressos foram colocados à venda - e em um gramado em péssimo estado de conservação, repleto de buracos e com a grama rala. Como de costume, Abel Braga não revelou o time que jogará. Mesmo assim, é fácil deduzir que sua dúvida se resume ao substituto do meia Deco, que ainda não atuou neste ano por causa de problemas musculares. Como pregou durante a semana a prática de um futebol ofensivo, o técnico deve escalar o meia canhoto Wagner, destaque do Fluminense neste início de temporada, com três gols já marcados no Campeonato Carioca. Mas, se Abel Braga fala em ofensividade somente na tentativa de enganar os adversários, o escalado deverá ser o volante Edinho, titular em toda a campanha do Brasileirão de 2012, em que o Fluminense tornou-se campeão. Ele perdeu a posição neste início de ano para o volante colombiano Valencia, que jogou pouco no ano passado por causa de lesões e convocações para a seleção de seus país. Agora, tem a chance de voltar ao time.
continua após publicidade