Esportes

Sem Barcos, Palmeiras arranca empate com Mogi Mirim

Da Redação ·
O Palmeiras voltou a tropeçar no Campeonato Paulista na noite deste domingo. Em seu primeiro jogo sem o atacante Hernán Barcos, o time do técnico Gilson Kleina sofreu para buscar o empate com o Mogi Mirim, por 2 a 2, fora de casa, no Estádio Romildo Ferreira, pela 7ª rodada. A equipe da capital, que jogou desfalcado de Valdivia, chegou a liderar o placar no início, mas cedeu a virada no segundo tempo. E só conseguiu o empate graças aos gols dos volantes Márcio Araújo e Souza. O resultado deixou o Palmeiras com 12 pontos, na quarta colocação da tabela. O Mogi é o oitavo, com 11. No primeiro jogo sem Barcos, negociado com o Grêmio, Gilson Kleina inovou no ataque e deu chance ao jovem Caio. Ele foi titular ao lado de Maikon Leite, na vaga que inicialmente seria ocupada por Vinícius. Mas a dupla de ataque foi mais uma vez ofuscada por Márcio Araújo, que fez belo gol no primeiro tempo. Foi seu terceiro gol em três jogos neste Paulistão. Depois deste empate, o Palmeiras fará dois jogos importantes em sequência. Na quinta-feira, vai fazer sua estreia no Grupo 2 da Copa Libertadores. O adversário será o Sporting Cristal, do Peru, no Pacaembu. No domingo, tem o clássico com o Corinthians pela frente, no mesmo estádio, em rodada do Paulistão. Para o duelo inicial na Libertadores, Kleina deve contar com a estreia do zagueiro Vilson, envolvido na negociação para ceder Barcos ao Grêmio. Já o atacante Kleber, emprestado junto ao Porto, tem poucas chances de entrar em campo, assim como Valdivia, ainda em tratamento. O JOGO - Mesmo sem Barcos e Valdivia, o Palmeiras começou a partida no ataque. Maikon Leite tratou de acelerar o ritmo nas primeiras movimentações. E logo no minuto inicial criou boa chance de gol. O atacante entrou na área pela direita e encheu o pé. O goleiro Daniel evitou o gol. A segunda investida do Palmeiras foi mais eficiente. Aos 11, Márcio Araújo avançou pelo meio-campo com boa triangulação, investiu pela intermediária e, um pouco desequilibrado, acertou belo chute de fora da área. A bola entrou no ângulo direito do goleiro Daniel. Brigando por uma vaga entre os titulares, o volante balançou as redes pelo terceiro jogo seguido. "Tenho recebido oportunidades e estou tentando aproveitar ao máximo possível", afirmou o jogador, na saída para o intervalo. Mas a vantagem palmeirense no placar só durou 20 minutos. Aos 31, Roni girou sobre a marcação e bateu forte de fora da área. Fernando Prass não foi firme na bola e acabou espalmando para dentro das redes. O segundo tempo teve início semelhante ao do primeiro. O Palmeiras tomou a iniciativa do jogo e correu para o ataque. Logo aos 3 minutos, Caio já balançava as redes ao escorar de cabeça levantamento na área. O gol, porém, foi anulado por impedimento. O ritmo do Palmeiras, no entanto, era quebrado com frequência pelos erros de passe no meio-campo. O time não conseguia encadear jogadas no ataque e perdia força ofensiva gradativamente. Insatisfeito, Gilson Kleina trocou Caio por Souza - antes, substituíra Maikon Leite, com dores, por Vinícius. As mudanças esvaziaram ainda mais o setor ofensivo do time. O Palmeiras praticamente não ameaçava a defesa do Mogi Mirim e ainda levava sustos na zaga. Aos 24 minutos, acabou sofrendo o gol da virada. Henrique disparou pela direita, entrou na área e bateu forte e rasteiro. Fernando Prass fez a defesa, mas cedeu o rebote. E Roni completou as redes. Preocupado, o treinador palmeirense fez nova alteração para reforçar o ataque. Sacou o volante João Denoni e promoveu a estreia de Ronny, reforço apresentado esta semana. O Palmeiras aumentou sua presença no ataque e buscou o empate aos 31. Souza tabelou com Ronny na entrada da área, cortou o marcador e acertou chute no canto direito do goleiro Daniel, garantindo o empate e um ponto na tabela. FICHA TÉCNICA: MOGI MIRIM 2 x 2 PALMEIRAS MOGI MIRIM - Daniel; Roniery, Lucas Fonseca (Wesley Ladeira), Tiago Alves e João Paulo; Magal, Val (Wagninho), Vágner e Carlos Alberto (Roger Gaúcho); Roni e Henrique. Técnico: Dado Cavalcanti. PALMEIRAS - Fernando Prass; Wendel, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, João Denoni (Ronny), Wesley e Patrick Vieira; Maikon Leite (Vinícius) e Caio (Souza). Técnico: Gilson Kleina. GOLS - Márcio Araújo, aos 11, e Roni, aos 31 minutos do primeiro tempo. Roni, aos 24, e Souza, aos 31 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - João Denoni, Wesley, Lucas Fonseca, João Paulo, Magal. ÁRBITRO - Rodrigo Braghetto. RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP).
continua após publicidade