Esportes

Brasil fecha Grand Slam de judô de Paris com um bronze

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 10 de fevereiro (Folhapress) - Victor Penalber foi o único brasileiro a conquistar uma medalha no Grand Slam de judô em Paris, na França, hoje, no último dia do evento. Na categoria até 81 kg, ele ficou com o bronze. O carioca perdeu na terceira luta e venceu as duas da repescagem para ficar com a medalha, sendo que na última luta superou o russo Murat Khabachirov por um waza-ari (golpe quase perfeito, imobilizando o adversário). Nenhum dos outros compatriotas conseguiu chegar ao pódio. A decepção ficou com o medalhista olímpico Rafael Silva, na categoria acima de 100 kg. Ele chegou à semifinal, mas perdeu para o sul-coreano Sung-Min Kim por um ippon (golpe perfeito) e, depois, também na repescagem, para o japonês Ryu Shichinohe, terminando em quinto lugar. Nacif Elias (até 90 kg) foi eliminado ao perder a segunda luta para o uzbeque Khurshid Nabiev, com dois yukos (imobilizou o adversário por até 24s). Renan Nunes (até 90 kg) perdeu na estreia para o japonês Yusuke Kumashiro. No feminino, apenas uma brasileira entrou no tatame: Claudirene Cezar (acima de 78 kg), que perdeu por ippon as duas lutas que disputou: caiu logo na estreia para a japonesa Megumi Tachimoto e, depois, na repescagem para a francesa Emilie Andeol. Ontem, apenas Bruno Mendonça conseguiu uma medalha, de prata. Com isso, o saldo da participação no torneio foi de duas pódios entre 12 participantes, com os três medalhistas olímpicos --Rafael Silva, Felipe Kitadai e Sarah Menezes-- terminando em quinto lugar em suas categorias.  

continua após publicidade