Esportes

Fábio Costa diz que não tem mágoa do Santos

Da Redação ·

Por Rafael Valente SÃO PAULO, SP, 9 de fevereiro (Folhapress) - O goleiro Fábio Costa voltou a jogar uma partida após dois anos e meio. Ele estreou pelo São Caetano hoje, no empate por 2 a 2 com o Corinthians, e disse que não sente mágoa do Santos, clube que é dono de seus direitos, e nem injustiçado. "Não me sinto assim. Acho que eu errei também. Todo mundo erra. A diferença do grande campeão é como ele enfrenta os seus problemas. Eu passei o meu de forma tranquila. Tive em volta pessoas que me amam e me ajudaram", disse ele. Fábio Costa foi preterido no Santos e não aceitou uma renegociação do contrato com a equipe da Vila Belmiro. Com acordo até o fim deste ano, o valor em salários era de cerca de R$ 200 mil mensais. "Não tenho mágoa de ninguém, quero apenas voltar a jogar futebol", acrescentou. Para atuar contra o Corinthians, Fábio Costa contou com uma série de coincidências. O titular e o primeiro reserva estão machucados. Já o terceiro goleiro do São Caetano foi expulso na última rodada. "O que aconteceu comigo me ajudou a crescer. Hoje sou muito mais útil ao grupo. Mas fiz 20 treinos em dez dias. É difícil ter de jogar assim, com uma pedreira como essa. Não é fácil, mas foi tudo bem", disse Fábio Costa. Além dele, o São Caetano promoveu a estreia de Rivaldo. Ambos jogaram pelo Corinthians no passado, mas foram vaiados pela torcida alvinegra.  

continua após publicidade