Esportes

Raikkonen vê evolução da Lotus, mas evita empolgação

Da Redação ·
Depois de fechar na liderança o último dia de testes desta semana em Jerez de la Frontera, Kimi Raikkonen reconheceu que o novo carro da Lotus evoluiu em relação aos treinos da última quinta-feira, mas preferiu conter a empolgação ao comentar o seu desempenho nesta sexta. O finlandês ressaltou que é preciso seguir melhorando, embora na última quarta a Lotus também tenha fechado o dia na ponta na Espanha, naquela ocasião com o francês Romain Grosjean. "Nós continuamos nosso trabalho de ontem (quinta-feira) e fizemos bons progressos. Estamos no topo dos monitores de tempo, mas isso não significa nada em teste. Nosso foco tem sido testar as partes do carro, mas tenho sido capaz de obter o acerto mais para o meu gosto. Por certo há mais trabalho a ser feito nesta área, mas é para isso que nós estamos aqui. O carro se sente forte e parece que temos uma boa ideia de onde estamos indo com as melhorias", afirmou Raikkonen. E, se o campeão mundial de 2007 evitou mostrar euforia com o seu desempenho e com o da própria Lotus nesta semana inicial de testes em Jerez, Lewis Hamilton ficou na sexta posição pelo seu segundo treino consecutivo pela Mercedes, mas preferiu exibir um discurso otimismo a lamentar o desempenho discreto nestes seus primeiros passos como novo piloto da equipe. "Hoje (sexta) conseguimos o tipo de quilometragem que o carro é capaz de percorrer e acho que temos uma boa plataforma para começar a trabalhar a partir dela", disse Hamilton, que na última terça-feira deu apenas 15 voltas na pista por ter batido forte com seu carro após ter um problema nos freios do modelo W04. "Agora nós precisamos entender o W04 ainda mais. Pessoalmente, estou aprendendo algo com cada volta que dou e a cada mudança que faço no acerto do carro. Acima de tudo, acho que nós provavelmente estaremos no nível que gostaríamos de estar", completou.
continua após publicidade