Esportes

Marcelo diz que Cruzeiro perdeu chance de golear

Da Redação ·
O técnico Marcelo Oliveira aprovou a atuação do Cruzeiro na vitória por 2 a 0 sobre o América de Teófilo Otoni, na noite de quarta-feira, em duelo válido pela primeira rodada do Campeonato Mineiro. Ele destacou que a equipe teve domínio total do duelo e só pecou pelo excesso de chances desperdiçadas, que impediram uma goleada. E o treinador destacou que o saldo de gols pode ser um fator decisivo para definir a classificação final da primeira fase do torneio estadual.

"Foi um volume de jogo muito bom do Cruzeiro, contra uma equipe organizada, principalmente para defender. Um aspecto muito bom foi que não levamos nenhum susto, a não ser uma bola chutada de fora da área, no final, e pecamos um pouco na última jogada, na hora de fazer o gol. Mas é início de temporada, concentramos muita energia no clássico, foi recente, e os jogadores ainda estão buscando a melhor forma física. Um ou outro ajuste é necessário. Acho que, a grosso modo, nós perdemos uma oportunidade de fazer o saldo hoje, pelo número de chances que tivemos e desperdiçamos. Mas foi uma boa vitória, uma presença muito legal do torcedor, que nos incentivou. A tendência, que eu penso, é de o time ir se organizando cada vez mais, se entrosando, e melhorando na hora de concretizar mesmo e fazer os gols", disse. Com a vitória de quarta-feira, o Cruzeiro chegou aos seis pontos, nas liderança do Campeonato Mineiro. A equipe, porém, só voltará a entrar em campo no dia 17, quando vai encarar o Guarani de Divinópolis em Nova Serrana. Marcelo, porém, acredita que o longo período sem jogos não atrapalhará o time. "Penso que pode ser até satisfatório, pois você tem um tempo maior para treinar depois de duas partidas seguidas. É muito teórico também, pode ser que atrapalhe ou não. Mas dá tempo para treinar, ajustar", disse. O treinador cruzeirense saiu em defesa do meia Ricardo Goulart, que teve nova atuação apagada e acabou sendo substituído no intervalo do jogo de quarta. "Existem jogadores que se adaptam rapidamente a um novo clube e aos novos companheiros, e outros que demandam um tempo maior. Ele está muito bem taticamente, está cumprindo muito bem as funções, recompondo, penetrando na área. Está pecando um pouquinho na parte técnica, mas é um jogador que a gente observou muito, monitorou durante algum tempo. Sabemos que é um bom jogador e que, rapidamente, vai voltar a fazer aquilo que fez na temporada passada no Goiás", comentou.

continua após publicidade