Esportes

Pato admite ainda não estar 100% e diz que 'faltou gol'

Da Redação ·
Depois de fazer a sua primeira partida como titular pelo Corinthians na noite da última quarta-feira, no empate por 0 a 0 com o Botafogo, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, Alexandre Pato admitiu que ainda não conta com as condições físicas ideais para render o que pode com a camisa alvinegra. "Ainda não estou 100%, mas hoje (quarta) lutei bastante, corri, o que faltou foi o gol", afirmou o atacante, que acabou sendo anulado pela defesa do adversário na grande maioria das jogadas, em muito por causa de sua mobilidade ainda distante da habitual. Em seguida, o jogador admitiu que teve muitas dificuldades para se livrar da marcação dos botafoguenses, depois de ter estreado pelo Corinthians com um belo gol na vitória por 5 a 0 sobre o Oeste, no último domingo, no Pacaembu, onde entrou em campo apenas no segundo tempo. "Foi muito difícil, pois eles tinham uma zaga muito pesada lá atrás. Tentamos, mas não conseguimos o gol. Queria também agradecer à torcida, que veio em peso ao estádio e nos ajudou muito. Agora vamos tentar a vitória no próximo jogo no Pacaembu", completou Pato, se referindo ao confronto deste sábado, contra o São Caetano, às 16h20, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. O técnico Tite, por sua vez, afirmou que a falta de entrosamento de alguns jogadores atrapalhou o Corinthians em Ribeirão Preto. O treinador acabou optando por poupar o lateral-direito Alessandro, o zagueiro Paulo André e o meia Danilo, assim como não contou com o volante Paulinho e o atacante Guerrero, que serviram as respectivas seleções brasileira e peruana. Com isso, Edenilson, Felipe, Guilherme, Douglas e o próprio Pato foram titulares em uma formação inédita até a última quarta. "Essa sintonia do jogar sem pensar a gente ainda não tem. O Pato está entrando agora, tem Douglas, Guilherme, o Felipe, que até ontem, antes de ontem..., estava no Bragantino. Eu tenho de ter essa compreensão. Em alguns momentos essa troca de passes faltou", reconheceu o comandante.
continua após publicidade