Esportes

Cruzeiro vence mais uma e lidera o Campeonato Mineiro

Da Redação ·
Sem problemas desta vez dentro e fora de campo, o Cruzeiro derrotou o América, de Teófilo Otoni, por 2 a 0, nesta quarta-feira, no remodelado Mineirão, em Belo Horizonte, e assumiu a liderança isolada do Campeonato Mineiro. O jogo foi válido pela primeira rodada, já que o clássico contra o Atlético no último domingo, programado para a reinauguração do estádio, foi adiantado da terceira rodada da competição. Agora com seis pontos em dois jogos, o Cruzeiro deixa Araxá, Boa e Atlético - este também com duas partidas já disputadas - para trás na tabela de classificação. Pela segunda rodada, no próximo dia 17, às 18h30, o time celeste viajará até a cidade de Nova Serrana, onde enfrentará o Guarani, na Arena do Calçado. Já o América tropeça na estreia e fica na lanterna pelos critérios de desempate. Ao contrário do que aconteceu no último domingo, desta vez o torcedor que foi ao Mineirão não passou sufoco. O cruzeirense pôde assistir à partida sem trânsito para chegar ao estádio, com os bares abertos, banheiros limpos e água nos bebedouros. A série de problemas na organização no clássico rendeu à Minas Arena, concessionário do estádio, uma multa de R$ 1 milhão, aplicada pelo governo do estado. Em campo, o Cruzeiro foi soberano. Após criar inúmeras chances de gol, o placar foi aberto aos 40 minutos do primeiro tempo com o centroavante Anselmo Ramón. De letra, o atacante completou o cruzamento do lateral-esquerdo Egídio e fez o seu primeiro gol no campeonato - o primeiro do clássico de domingo, que Anselmo Ramón creditou a ele, foi dado para o lateral-direito atleticano Marcos Rocha. Na segunda etapa, a partida melhorou com a postura mais ofensiva do América. Só que o time de Teófilo Otoni não planejava sofrer um pênalti logo aos cinco minutos em uma bola na mão de Rodrigo Sena. O atacante Dagoberto, que havia marcado um gol no clássico, bateu com perfeição no canto esquerdo do goleiro Eládio e marcou o seu segundo tento no campeonato.
continua após publicidade