Esportes

Liberado pelo Santos, volante Adriano irá para o Grêmio

Da Redação ·
O volante Adriano, do Santos, está a caminho do Grêmio. Para o jogador ser anunciado oficialmente pelo clube gaúcho faltam apenas os exames médicos e a assinatura do contrato de três anos, com salário de R$ 150 mil por mês. Depois de ficar no banco no clássico de domingo contra o São Paulo, Adriano não participou do jogo-treino dos reservas contra o Audax, segunda-feira, no CT Rei Pelé, e nem do rachão desta terça. A única explicação do clube foi que o jogador não estava com problemas físicos. À tarde, foi confirmado pelos dirigentes santistas que Adriano vai ser liberado seis meses antes do encerramento do seu contrato (14 de agosto) para se apresentar ao Grêmio. O Santos vai receber R$ 800 mil como compensação. Adriano é o terceiro santista que Vanderlei Luxemburgo leva para o Grêmio em menos de um ano. O primeiro foi o lateral Pará, que, de reserva no Santos, se tornou importante peça no Grêmio. O outro foi Elano, trocado por Miralles. Sem contar Zé Roberto, que foi recusado pela direção santista e se tornou um dos principais jogadores no esquema de Luxemburgo. O volante santista ganhava R$ 30 mil por mês, o mais baixo salário do elenco santista, e tinha a promessa de antecipação da renovação salarial com equiparação de vencimentos com o segundo grupo de titulares: R$ 120 mil no primeiro ano, com aumentos progressivos até chegar a R$ 160 mil no quarto e último ano. Mas, depois de aceitar a proposta do clube, os empresários de Adriano teriam feito novas exigências. Há três semanas, depois de longas negociações, o Santos anunciou que estava retirando a sua oferta. Adriano ainda tentar voltar atrás e aceitar as condições oferecidas pelo clube, mas foram os dirigentes que se mantiveram irredutíveis, acenando com uma nova proposta, bem inferior à anterior.
continua após publicidade