Esportes

Juvenal diz que Ganso precisa de tempo e vai vingar

Da Redação ·
Juvenal diz que Ganso precisa de tempo e vai vingar
fonte: Arquivo
Juvenal diz que Ganso precisa de tempo e vai vingar

O meia Paulo Henrique Ganso ganhou um importante apoio após a apagada atuação na derrota do São Paulo por 3 a 1 para o Santos, domingo, na Vila Belmiro, pela quinta rodada do Campeonato Paulista, na Vila Belmiro. Juvenal Juvêncio, presidente do clube, apesar de admitir que ainda não se empolgou com o jogador, garantiu seguir com esperanças de que o meia vai provar que valeu o investimento e o esforço feito para a sua contratação.


"Decepcionado não diria, mas ainda não estou animado porque ele não se mostrou o grande jogador que é. Ainda está faltando desenvolvimento, jogo, cancha. Mas essa retomada é um pouco penosa e ele é assim mesmo, tem de jogar, e vai se ajustando. Estou muito esperançoso com ele", disse o dirigente na noite de segunda-feira, no lançamento da loja de um dos patrocinadores do clube no Morumbi


Ganso custou quase R$24 milhões ao São Paulo, que o tirou do Santos após negociação complicada, no segundo semestre de 2012, e assinou um contrato por cinco temporadas. O meia passou a maior parte do fim do ano passado se recuperando de uma lesão no músculo reto femural da coxa esquerda e ainda sofre com a falta de ritmo de jogo.


Para defender Ganso, Juvenal citou o ex-jogador Careca. O centroavante chegou ao São Paulo em 1983 para substituir Serginho Chulapa, mas não teve sucesso imediato. Depois, porém, foi decisivo para a conquista de dois títulos estaduais, em 1985 e 1987, e um do Campeonato Brasileiro, em 1986.


"Eu me lembro que o Careca ficou rodando aqui e outros também, temos que ter paciência. Há um reconhecimento nacional da sua competência. Com certeza ainda não mostrou a excelência do seu futebol. Não foi diferente domingo, mas nós acreditamos. Espero que ele deslanche", comentou.


Apesar de ter marcado apenas um gol desde que foi contratado pelo São Paulo, em partida contra o Atlético Sorocaba, e das atuações irregulares, Ganso terá mais uma chance para conquistar seu espaço na equipe. O técnico Ney Franco confirmou que manterá o meia entre os titulares nesta quarta-feira, às 22 horas, na partida contra a Ponte Preta, no Morumbi, válida pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

continua após publicidade