Esportes

Com dores, David Luiz deve ser cortado da seleção

Da Redação ·
David Luiz, zagueiro do Chelsea, não deve defender a seleção brasileira nesta quarta-feira diante da Inglaterra, em Londres. Com dores na panturrilha, o defensor não joga pelo seu time inglês há três partidas. É bem provável que participe apenas das reuniões do jogadores com Felipão, nessa etapa de adaptação dos atletas ao novo comando da seleção. Ele Luiz é um dos líderes do grupo e tem o respeito do treinador e do coordenador Carlos Alberto Parreira. O zagueiro será melhor avaliado nesta terça pelo médico José Luis Runco. Mas não será cortado. A ordem de Felipão é que, mesmo sem condições de jogo, David Luiz permaneça com o grupo no hotel em que a seleção está concentrada. Aliás, alguns jogadores como Neymar ficaram impressionados com a proximidade da concentração com o Estádio de Wembley, onde será a disputa diante dos ingleses. É como se um fosse parte do outro. "Já morei perto da Vila Belmiro. Saía andando de lá para casa. Aqui a gente deve ir andando para o estádio", disse Neymar, tão logo os jogadores chegaram nesta segunda. Das janelas dos quartos se tem uma nítida visão dos camarotes do majestoso Wembley. Carlos Alberto Parreira também gostou. Da porta do hotel à entrada principal do estádio não se tem 100 metros de distância. Parreira anda empolgado com a sua volta à seleção. Ele não escondeu a satisfação com o nível dos adversários que o Brasil terá pela frente até a Copa das Confederações. "É uma boa oportunidade que temos para voltar a vencer os grandes times. Temos de aproveitar e mostrar que temos potencial para vencer em casa", disse o coordenador ressaltando que a seleção vai enfrentar Inglaterra, Itália, Rússia e França, sem contar os adversários da Copa das Confederações.
continua após publicidade