Esportes

Após incidente com Ganso, Santos pode perder mando

Da Redação ·
O Santos corre o risco de ter de jogar fora da Vila Belmiro por causa dos incidentes ocorridos no clássico com o São Paulo, domingo, pelo Campeonato Paulista. Informado pelos assistentes, o árbitro Flávio Rodrigues Guerra relatou os problemas na súmula, disponível no site da Federação Paulista de Futebol. O documento apresenta relatos de Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Marcelo Rogério de que Paulo Henrique Ganso foi alvo de uma chuva de moedas por parte dos torcedores santistas. O próximo passo é o Tribunal de Justiça Desportiva denunciar o clube. "Informo que no intervalo da partida, fui comunicado por fiscais da FPF, que torcedores do Santos F.C., posicionados em cima do vestiário do São Paulo F.C., arremessaram moedas contra o atleta do São Paulo, Sr. Paulo Henrique Chagas de Lima, cito não presenciei tais arremessos, mas observei diversas moedas no solo próximo a entrada do túnel do vestiário do São Paulo F.C.", escreveu Flávio de Rodrigues Guerra sobre o relato de Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, seu assistente número 1. "Informo que nos primeiros minutos de partida quando da disputa de bola, ocasionando uma cobrança de escanteio a favor da equipe São Paulo F.C., em lance que participou o atleta n. 8 da equipe São Paulo F.C., Sr. Paulo Henrique Chagas de Lima, oportunidade que foram arremessadas contra o mesmo diversas moedas. Informo ainda que presenciei o fato", acrescentou, agora, segundo relato de Marcelo Rogério. O Santos pode ser enquadrado por infração no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala em "deixar de tomar providências capazes de prevenir ou reprimir desordens em sua praça de desportos". O clube pode perder o mando de até três jogos, além de ser multado em até R$ 500 mil. Logo depois da partida, Ganso havia pedido que seu ex-clube fosse punido pela postura da torcida. "Quero ver se vai ter punição por isso", disse o jogador, irritado. Até Neymar defendeu o ex-companheiro. "É normal pegar no pé dele, mas atirar moeda não pode. Quem jogou está errado e podemos até perder mando de campo", comentou o craque santista.
continua após publicidade