Esportes

Botafogo-SP impõe nova derrota ao Guarani de Branco

Da Redação ·
Ainda não foi dessa vez que o Guarani e o técnico Branco encerraram o jejum de vitórias. Na noite deste domingo, o time campineiro pagou pelo preço de ter entrado desacordado em campo e perdeu para o Botafogo, por 3 a 1, no Estádio Santa Cruz, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Os donos da casa atuaram com um a menos desde os 30 minutos do primeiro tempo. O resultado positivo recolocou o Botafogo entre os oito melhores, subindo para o sexto lugar, com dez pontos. Já o Guarani ainda não sabe o que é vencer e amarga a penúltima colocação, com apenas um ponto. O último resultado positivo do time campineiro foi no dia 6 de novembro do ano passado, quando bateu o ASA, por 2 a 1, pela 35.ª rodada da Série B. O primeiro tempo no Estádio Santa Cruz foi bastante movimentado e terminou com a vitória parcial do Botafogo. Aos 11 minutos, Francis aproveitou bate-rebate dentro da área e chutou no canto esquerdo de Juliano. Logo depois, Otacílio Neto recebeu na marca do pênalti e bateu de virada. A bola desviou na zaga e enganou o goleiro.

O time da casa marcaria o terceiro aos 27. O zagueiro César Gaúcho aproveitou rebote de Juliano e tocou para o gol aberto. Mas, no minuto seguinte, o volante Zé Antônio fez falta dura e foi expulso. O lance animou o Guarani, que diminuiu aos 39 minutos. Siloé recebeu de fora da área, passou por um zagueiro e acertou uma bomba no ângulo de Rafael Santos. Depois disso, o time campineiro partiu para o abafa até o apito do árbitro.


Assim como terminou o primeiro tempo, o Guarani voltou do intervalo pressionando o Botafogo e criou boas oportunidades, principalmente em bolas aéreas. Aos 27, Max aproveitou cruzamento de Oziel e viu sua cabeçada passar raspando a trave de Rafael Santos. Com um a menos, os donos da casa priorizavam a marcação e praticamente não passaram do meio-campo na etapa final, mantendo apenas o experiente Nunes na frente.


Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela sexta rodada. O Botafogo recebe o Corinthians, às 22 horas, no Estádio Santa Cruz, enquanto o Guarani recebe o São Caetano, às 19h30, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.


FICHA TÉCNICA:


BOTAFOGO 3 X 1 GUARANI


BOTAFOGO - Rafael Santos; César Gaúcho, Igor e Rafael Caldeira (Alex depois Álvaro); Daniel, Gilmak, Zé Antônio, Otacílio Neto (Henrique Mattos) e Douglas Packer; Francis e Nunes. Técnico - Marcelo Veiga.


GUARANI - Juliano; Tiago Pagnussat, Leandro Souza (Weslley) e Max; Oziel, Ademir Sopa, Boiadeiro (Dudu), Eusébio e Diogo; Gabriel Esteves (Ronaldo Mendes) e Siloé. Técnico - Branco.


GOLS - Francis, aos 11, Otacílio Neto. aos 14, César Gaúcho, aos 27, e Siloé, aos 39 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

CARTÕES AMARELOS - Zé Antônio e Gilmak (Botafogo); Tiago Pagnussat (Guarani).

CARTÕES VERMELHOS - Zé Antônio e Francis (Botafogo).

PÚBLICO - 3.364 pagantes.

RENDA - R$ 60.398,00.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

continua após publicidade