Esportes

Após derrota em casa, Roma decide demitir técnico

Da Redação ·
A derrota de 4 a 2 para o Cagliari, na sexta-feira, foi a gota d'água para a diretoria da Roma, que, nesta manhã, anunciou a demissão do técnico Zdenek Zeman. O checo, que chegou ao clube romano em junho, deixa o time na oitava posição após trabalhar em 23 rodadas do Campeonato Italiano. O anúncio da demissão, feito neste sábado, foi breve. "A Roma comunica que decidiu retirar Zdenek Zeman do comando da sua equipe principal. O clube agradece a Zeman e sua equipe pelo profissionalismo e pela dedicação com o qual fizeram os seus trabalhos. O time será temporariamente treinado por Aurelio Andreazzoli", diz o texto. Andreazzoli, que é membro da comissão técnica permanente da Roma, deverá ficar pouco tempo no cargo. Os nomes já especulados pela imprensa italiana são de Marco Giampaolo, técnico do Siena, e Laurent Blanc, ex-seleção francesa. Zeman não fez um grande trabalho à frente do time, que soma 34 pontos, nove atrás da Lazio, rival que é a terceira colocada e última equipe postada na zona de classificação para a Liga dos Campeões. No último jogo, o checo decidiu deixar Leandro Castán, da seleção brasileira, no banco. A defesa romana é formada por Piris, ex-São Paulo, Dodô e Marquinhos, ex-Corinthians, e o argentino Burdisso. Titular da Holanda, o goleiro Stekelenburg também é reserva.
continua após publicidade