Esportes

Ainda atrás de evolução, Fluminense encara Quissamã

Da Redação ·
O técnico Abel Braga ainda não pôde colocar o time que considera ideal em campo nesta temporada, por causa de lesões sofridas pelo zagueiro Gum e pelo meia Deco. E provavelmente não poderá fazê-lo antes da estreia na Libertadores, dia 13 de fevereiro, contra o Caracas. No último domingo, uma formação próxima da força máxima empatou com o Botafogo por 1 a 1. Na partida deste sábado, contra o Quissamã, às 19h30, no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé, a maioria dos titulares estará novamente em campo, em busca de sintonia e ritmo para iniciar a caminhada rumo ao topo da América. "Todos os jogadores estão ganhando ritmo de jogo, se preparando, pegando entrosamento. É claro que os titulares ainda estão com um pouco menos de ritmo porque você treinar é bem diferente de jogar. A gente jogou o primeiro jogo e sentiu", analisou o meia Thiago Neves, que vai estar em campo na noite deste sábado. Além dos já citados Gum e Deco, não jogarão neste sábado o volante Edinho e o atacante Wellington Nem. Os demais jogadores que formam os 11 habituais de Abel Braga pretendem apresentar um melhor rendimento contra o modesto time do Norte Fluminense. Com oito pontos no Grupo B da Taça Guanabara, o Fluminense precisa vencer para recuperar a liderança, que está nas mãos do Flamengo - o primeiro colocado soma 10 pontos e joga no domingo contra o Nova Iguaçu, no Engenhão. Artilheiro e capitão do Fluminense, Fred começará um jogo pela primeira vez no ano. Ele formará o ataque com Rafael Sóbis e Marcos Júnior. Já na vaga de Edinho, vai jogar Valencia. Enquanto isso, o volante Jean entra em campo animado, após ter sido convocado para a seleção brasileira, em lugar do cortado Hernanes - ele disputará o amistoso de quarta-feira contra a Inglaterra em Londres.
continua após publicidade