Esportes

Hazard tem mantida pena de 3 jogos por chutar gandula

Da Redação ·
A Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) decidiu não aumentar a pena do meia Eden Hazard, do Chelsea, por chutar um gandula na partida diante do Swansea, na quarta-feira passada. O belga, assim, teve mantida a suspensão de três jogos imposta anteriormente. Ele terá que cumprir a punição no Campeonato Inglês. Hazard foi expulso de campo aos 33 minutos do segundo tempo da partida de quarta passada, válida pela semifinal da Copa da Liga Inglesa. O belga acertou um chute no gandula, chamado Charlie Morgan, para acelerar a reposição de bola, nos minutos finais do jogo. O Chelsea empatava por 0 a 0 com o Swansea, resultado que eliminava o favorito - o rival havia vencido o jogo de ida por 2 a 0. O gandula, de 17 anos, resistiu ao pedido de Hazard para devolver a bola para poder beneficiar o time da casa. Foi quando o jogador se irritou e agrediu o adolescente. Ao fim do jogo, Hazard e Morgan trocaram pedidos de desculpas diante da polícia. Os pais do adolescente afirmaram que não iriam prestar queixa contra o atleta. A FA entendeu que a suspensão de três jogos é "suficiente" para punir Hazard, que praticou, no entender da FA, um ato de violência comum e, portanto, deve ser punido da mesma forma. A entidade pediu que os clubes cuidem para que os gandulas trabalhem de acordo com as normas.
continua após publicidade