Esportes

Marin confirma que Brasil x França será na Arena Grêmio

Da Redação ·
No evento que serviu para a CBF apresentar o novo uniforme da seleção brasileira, nesta manhã de quinta-feira, no Rio, o presidente da entidade nacional, José Maria Marin, confirmou que o Brasil irá enfrentar a França na Arena Grêmio, em amistoso agendado para 9 de junho, que será o último de preparação para a Copa das Confederações, marcada para acontecer entre os dias 15 e 30 do mesmo mês. O duelo diante dos franceses estava inicialmente marcado para o Mineirão, mas acabou sendo transferido para o novo estádio gremista, que na noite da última quarta-feira teve a sua estrutura colocada em xeque ao não suportar a tradicional "avalanche" de torcedores do Grêmio na comemoração do gol de Elano na vitória por 1 a 0 sobre a LDU, no tempo normal do duelo pela fase preliminar da Copa Libertadores. Alguns gremistas caíram no fosso do estádio depois que a grade de proteção cedeu devido ao acúmulo de torcedores que pressionaram a mesma. Marin, porém, disse que o problema não servirá como motivo para a mudança do local do amistoso diante da França. "Sem dúvida nenhuma, será lá (na Arena Grêmio). É um sinal de alerta para a Copa das Confederações e para a Copa do Mundo, e vamos tomar todas as providências necessárias, principalmente em relação à segurança", prometeu o dirigente, para depois prometer que acompanhará de perto este processo e as consequências deste incidente. "Além de um risco à integridade física dos jogadores, tememos que isso possa afugentar torcedores do estádio e não é isso que queremos", reconheceu. A Arena Grêmio, entretanto, não será um dos palcos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, competições que terão o Mineirão como um dos seus estádios. E a CBF ainda não revelou as razões que motivaram a mudança de local do confronto da seleção diante dos franceses, agora oficialmente confirmado para o novo campo gremista. Antes de pegar a França, o Brasil fará o seu primeiro amistoso neste ano diante da Inglaterra, na próxima quarta-feira, no Estádio de Wembley, em Londres, onde Felipão fará sua reestreia no comando do time nacional. Em seguida, a seleção voltará a jogar no 21 de março, contra a Itália, em Genebra, na Suíça, e no dia 25 do mesmo mês pegará a Rússia em novo jogo na capital inglesa, desta vez no Stamford Bridge, o estádio do Chelsea. Já no dia 2 de junho, a equipe medirá forças novamente contra a Inglaterra, no Maracanã, uma semana antes do duelo diante dos franceses em Porto Alegre.
continua após publicidade