Esportes

Ponte Preta bate Oeste e segue na briga pela liderança

Da Redação ·
Depois de dois meses sem atuar no Estádio Moisés Lucarelli, a Ponte Preta reencontrou seus torcedores com o pé direito na noite desta quarta-feira. Em uma partida complicada e bastante truncada, o time campineiro contou com um gol de Artur para vencer o Oeste, por 1 a 0, em Campinas, pela 4ª rodada do Campeonato Paulista. Sem perder no estádio há mais de cinco meses, a Ponte manteve a invencibilidade na competição e chegou aos dez pontos, continuando entre os primeiros colocados. Se quiser dormir na liderança, o time precisa torcer por tropeços de Santos e Mogi Mirim diante de Ituano e Corinthians, respectivamente, ainda nesta noite. Por outro lado, a situação do Oeste é bastante complicada, amargando a lanterna, com apenas um ponto. Ponte e Oeste fizeram um primeiro tempo bastante truncado, de muita marcação e pouca criatividade. Tanto que poucas vezes os dois chegaram com perigo ao gol adversário. Os donos da casa assustaram em chute de Cicinho, que saiu por cima do travessão, enquanto os visitantes tiveram uma boa oportunidade em cobrança de falta de Serginho, que passou raspando a trave de Edson Bastos. Com seis homens no meio-campo, o time de Itápolis congestionava o setor e a Ponte encontrava dificuldade para criar. O segundo tempo começou com a Ponte tendo mais posse de bola, mas encontrando muita dificuldade para furar a retranca do Oeste. E foi em uma bola aérea que os donos da casa conseguiram abrir o placar. Uendel cobrou falta para dentro da área, Artur subiu mais que todo mundo e cabeceou com força. Atrás do marcador, o Oeste tentou ir mais ao ataque, sem sucesso. O time campineiro ainda assustou em dois chutes de Alemão. A Ponte Preta volta a campo no próximo sábado, contra o Penapolense, às 19h30, novamente no Estádio Moisés Lucarelli, pela quinta rodada. No domingo, o Oeste enfrenta o Corinthians, às 17 horas, no Pacaembu. FICHA TÉCNICA: PONTE PRETA 1 x 0 OESTE PONTE PRETA - Edson Bastos; Artur, Cléber, Ferron e Uendel; Baraka, Bruno Silva (Memo), Cicinho e Ramirez (Alemão); Chiquinho (Wellington Bruno) e William. Técnico: Guto Ferreira. OESTE - Fernando Leal; Eduardo, Dezinho e Liger; Dedê (Marcinho Beija-Flor), Paulo Vitor, Peterson, Hudson (Gilmar), Vanderson e Jefferson Recife (Samuel); Serginho. Técnico: Luís Carlos Martins. GOLS - Artur aos 20 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Cléber, Edson Bastos e Wellington Bruno (Ponte Preta); Jefferson Recife e Dedê (Oeste). ÁRBITRO - Marcelo Rogério. RENDA - R$ 44.902,00. PÚBLICO - 4.981 pagantes. LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).P
continua após publicidade