Esportes

Mancini admite mau momento do ataque e cobra City

Da Redação ·
O técnico Roberto Mancini não escondeu a preocupação com a má fase ofensiva do Manchester City e cobrou dos jogadores uma rápida resposta, já diante do Norwich, neste sábado, fora de casa, pelo Campeonato Inglês. Nas últimas duas partidas, a equipe marcou apenas uma vez, desempenho bem diferente em relação ao do título da temporada passada, quando terminou com o melhor ataque da competição, com 93 gols. "No ano passado, marcávamos um, dois ou três gols todo jogo, mas agora, quando temos chances, acabamos sendo muito inofensivos", declarou Mancini. "Muito inofensivos no ataque, muito inofensivos quando chutamos. Algumas vezes nós não chutamos, queremos dar um toque a mais, e isso não é bom." Apesar do mau momento, o ataque do City possui as mesmas peças do ano passado, quando Carlitos Tevez, Sergio Agüero, Dzeko e Mario Balotelli aterrorizaram as defesas rivais. Desses quatro, o último a marcar um gol foi Agüero, o primeiro da vitória por 3 a 1 sobre o Newcastle, há três rodadas.
continua após publicidade