Esportes

Palmeiras poupará 'pilares' no início do Paulista

Da Redação ·
O técnico Gilson Kleina já pensa na preparação do elenco do Palmeiras para a próxima temporada e, como a maioria dos treinadores, está preocupado com a falta de tempo para treinar e fazer uma boa pré-temporada. Por isso, já avisa que os quatro jogadores que são considerados "pilares" de sua equipe não atuarão nas primeiras rodadas. "Penso nos atletas pontuais, os pilares do time. Henrique, Wesley, Valdivia e Barcos são jogadores que eu não posso achar que em uma semana estarão 100% em condições. Tenho essa preocupação com todos no grupo, claro, mas os quatro precisam de atenção especial por terem sofrido lesões sérias neste ano ou por ter jogado demais", analisou o treinador. Kleina coloca como pilar também o volante Marcos Assunção, mas ainda aguarda para saber se poderá ou não contar com ele. Seu contrato se encerra no fim desta temporada e a negociação para renovação não está tão fácil. A preocupação de Kleina é colocar um jogador importante e perdê-lo por lesão. "Não posso mais errar de colocar um jogador e ele sofrer uma lesão e perdê-lo por toda a temporada, como aconteceu nesta temporada. Melhor esperar um pouco mais", disse o treinador. Kleina até o momento tem apenas o goleiro Fernando Prass e o lateral-direito Ayrton como reforços para a temporada, além dos volantes Wendel e Souza, que voltam de empréstimo. Com a decisão de poupar estes nomes, o treinador pode ter dificuldade para montar uma equipe, já que entre dispensados, com contratos encerrados e afastados, o Palmeiras perdeu 20 jogadores. Na zaga, por exemplo, Henrique e Maurício Ramos aparecem como únicos nomes. Caso Henrique não atue nas primeiras rodadas, Luiz Gustavo, de 18 anos, deverá jogar.
continua após publicidade