Esportes

Após revés, técnico do City insinua que juiz comeu muito

Da Redação ·
O técnico Roberto Mancini não escondeu a sua indignação com o árbitro Kevin Friend após a derrota por 1 a 0 para o Sunderland, sofrida na última quarta-feira, fora de casa. O resultado deixou o Manchester City a sete pontos do líder Manchester United no Campeonato Inglês e fez o comandante até insinuar que o juiz teria abusado da comida durante o feriado de Natal e assim ficado fora das condições físicas ideais. "Talvez o árbitro tenha comido demais no Natal. Ele não estava em boa forma", afirmou o treinador, que reclamou de uma falta não marcada sobre o argentino Zabaleta no lance do gol do Sunderland, feito por Adam Johnson, ex-jogador do próprio City. O fato, porém, é que, independentemente da falta sobre Zabaleta, o goleiro Joe Hart ainda falhou no lance do gol, após chute de fora da área de Johnson. Mancini, entretanto, ficou revoltado também com o fato de um dos auxiliares do árbitro não ter apontado a falta sobre Zabaleta. "Eu estava lá (em campo) e vi que foi uma grande falta. É impossível que dois homens não poderiam ter visto isso", completou. A derrota para o Sunderland deixou o City estacionado com 39 pontos no Campeonato Inglês, agora também apenas quatro pontos à frente do Chelsea, que vem embalado por uma sequência de três vitórias e já vislumbra a possibilidade de brigar pela vice-liderança.
continua após publicidade