Esportes

Jadson celebra 'ano especial' após fechar 2012 com taça

Da Redação ·
Depois de um início de trajetória difícil com a camisa do São Paulo, após ter sido contratado junto ao Shakhtar Donetsk em uma transação que custou caro aos cofres do clube, o meia Jadson terminou a temporada jogando um bom futebol e com pelo menos dois ótimos motivos para comemorar: a conquista da vaga na Copa Libertadores e o título da Copa Sul-Americana, que encerrou um jejum de quatro anos sem taças da equipe do Morumbi. Além disso, Jadson ainda conseguiu cavar a sua volta à seleção brasileira durante o fim da passagem de Mano Menezes pelo comando do time nacional, agora novamente nas mãos de Luiz Felipe Scolari, contratado no mês passado para o lugar do demitido treinador. "Foi um ano muito especial. Voltei ao Brasil, para a seleção brasileira, conquistei um título importante e ajudei a recolocar o São Paulo novamente no topo após quatro anos sem conquistas. Estou muito feliz e com um sentimento de dever cumprido. Espero que 2013 seja ainda melhor e que consiga junto com meus companheiros conquistar ainda mais títulos", afirmou o meio-campista, em entrevista publicada nesta segunda-feira pelo site oficial do São Paulo. Jadson chegou ao clube do Morumbi no dia 14 de janeiro e agora reconhece que sofreu para se readaptar ao futebol brasileiro. E ele foi apresentado como reforço com a responsabilidade de quem recebeu a camisa 10 das mãos do ídolo Raí, depois de sete anos atuando na Ucrânia. "Cheguei com uma grande responsabilidade e ciente de que precisaria trabalhar muito para voltar bem ao Brasil. Quem fica um longo período na Europa, ainda mais na Ucrânia, sempre precisa de um tempo de readaptação e comigo não foi diferente", afirmou o jogador, que foi quem mais assistências fez para gols na temporada pelo São Paulo, com 17 ao total. "Sempre tive essa característica e felizmente consegui repetir aqui. Com o entrosamento e o passar dos jogos fui evoluindo e fiquei muito contente por conseguir ajudar meus companheiros", completou Jadson.
continua após publicidade