Esportes

Uefa suspende Málaga por uma temporada na Europa

Da Redação ·
A Uefa anunciou nesta sexta-feira que suspendeu o Málaga de todas as competições europeias da próxima temporada do futebol do Velho Continente. O clube foi punido por causa das dívidas que teria com seus jogadores e autoridades tributárias. Desta forma, a equipe não poderá disputar a próxima edição da Liga dos Campeões caso conquiste o título da atual, na qual enfrentará o Porto nas oitavas de final. O órgão que controla o futebol europeu ressaltou ainda que o clube espanhol, que é de propriedade de catarianos, poderá ser suspenso por uma segunda temporada se não cumprir o prazo estipulado, de 31 de março, para saldar as suas dívidas. Elas incluiriam 9 milhões de euros (cerca de US$ 11,6 milhões) em salários de atletas. A Uefa explicou que a punição não vale para esta temporada, mas o clube estará sujeito a novos períodos de suspensão dentro dos próximos quatro anos, caso não consiga quitar ou justificar as suas supostas pendências financeiras. Após tomar conhecimento da punição, o Málaga publicou um comunicado oficial no qual critica as medidas "desproporcionadas e injustificadas" da Uefa, que exige que os clubes filiados à entidade paguem dívidas e cumpram com o regulamento de "Fair Play" financeiro promovido pelo organismo. A Uefa anunciou a punição ao Málaga apenas um dia depois do sorteio dos confrontos das oitavas de final desta edição da Liga dos Campeões. E a sanção aplicada ao clube espanhol valerá para o principal interclubes do futebol europeu ou para Liga Europa em qualquer das próximas quatro temporadas, período em que o clube ficaria impedido de disputar competições do continente. O tribunal financeiro da Uefa também impôs uma multa de 300 mil euros (aproximadamente US$ 396 mil) ao Málaga, que poderá apelar contra a punição perante à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês). Por meio do comunicado que divulgou nesta sexta, o clube espanhol prometeu que "trabalhará energicamente e sem descanso até conseguir que se faça justiça, recorrendo com firmeza a todos os organismos que sejam necessários". Atual quarto colocado do Campeonato Espanhol, o Málaga deve receber cerca de 25 milhões de euros (cerca de US$ 33 milhões) em prêmios da Uefa, além de um cota paga pela televisão, por sua participação nesta edição da Liga dos Campeões. O Málaga é o atual quarto colocado do Campeonato Espanhol e passou a figurar com destaques entre os times da elite do futebol do seu país depois de ter sido comprado pelo xeque Abdullah Bin Nasser Al-Thani, que investiu pesado para contratar estrelas. Porém, nesta temporada o catariano aplicou medidas de austeridade e se desfez de alguns jogadores considerados mais caros do elenco. Ao mesmo tempo, porém, o clube negou nesta sexta que tenha dívidas com salários e taxas de transferências de atletas.
continua após publicidade