Esportes

Presidente diz que negociação com Pato está no começo

Da Redação ·





Por Marcel Rizzo, Enviado especial

LUQUE, PARAGUAI, 21 de dezembro (Folhapress) - O Corinthians ainda não desistiu de contratar o atacante Alexandre Pato, do Milan. O presidente Mário Gobbi, que HOJE participa do sorteio dos grupos da Libertadores, no Paraguai, disse que a conversa ainda está no começo.

"É embrionário. Eu não conversei diretamente com ele, mas não temos como saber se dará certo ou não. É uma negociação, como sempre complicada", disse Gobbi.

O Corinthians procurou o jogador, mas soube que o PSG, da França, fez uma proposta de mais de R$ 80 milhões, que foi recusada pelo Milan. Isso fez os corintianos frearem a tratativa neste momento, esperando a virada do ano.

Gobbi não confirmou quanto o Corinthians estaria disposto a pagar pelo jogador, mas se assustou ao ouvir a cifra de US$ 40 milhões. "Não, isso não", disse.

Rosenberg

O presidente do Corinthians disse que não vai deixar seu vice, Luis Paulo Rosenberg, deixar as funções que tem no clube.

Em entrevista a Juca Kfouri, colunista da Folha de S.Paulo, Rosenberg disse estar cansado e que deixaria de participar das decisões do clube. Reportagem publicada pela Folha relata que há um conflito entre Rosenberg e o ex-presidente corintiano, Andres Sanchez.

"É a quarta vez que o Luis Paulo pede para sair. Eu não deixo ele sair. Ele é importante, vai ficar, é do meu time", disse Gobbi antes do sorteio dos grupos da Libertadores, em Luque, no Paraguai.

Rosenberg é vice eleito e Gobbi explicou que ele cuida de áreas técnica do clube, como financeiro, marketing e, claro, a obra do Itaquerão. O outro vice, Elie Werdo, é responsável por áreas sociais do Corinthians. Para deixar o clube, Rosenberg teria que renunciar.

"Ele está cansado, é normal. Eu também estou, é uma pressão muito grande. Mas não deixarei que ele saia, ele é importante nessa fase do clube", disse Gobbi, que mais de uma vez ressaltou que Rosenberg é seu homem.
 

continua após publicidade