Esportes

Equipe de Ronaldo vence a de Zidane em amistoso

Da Redação ·
O Jogo Contra a Pobreza chegou à sua décima edição, a primeira no Brasil, nesta quarta-feira. A nova Arena do Grêmio foi o palco escolhido para receber a partida, evento beneficente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Melhor para a torcida que a festa acabou sendo brasileira, já que o time Amigos do Ronaldo venceu Amigos do Zidane por 3 a 2. De um lado, a equipe de Ronaldo era representada por nomes como Dida, Cafu, Roberto Carlos, Zico e Bebeto. Do outro, Zidane era o embaixador do time que trazia Hierro, Deco, Pauleta e outros craques. Os desfalques ficaram por falta de Luiz Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira, que tiveram reunião na CBF, no Rio, e não conseguiram voar para Porto Alegre por conta do mal tempo. O clima de solidariedade do amistoso contagiou a torcida, que lotou o estádio e contribuiu para a causa. Além de assistirem aos craques que estavam em campo, os expectadores protagonizaram um belo exemplo de paz, com torcedores do Grêmio e do Inter balançando suas bandeiras lado a lado. No primeiro tempo, no entanto, o show esperado pouco foi visto e a partida foi morna. Zidane era o destaque, com belos chutes de fora da área, inclusive um que bateu na trave, mas foi o time de Ronaldo que abriu o placar. Aos 36 minutos, Zico deu linda enfiada para Neymar, que deu um toque tirando de Vitor Baia e achou Bebeto para marcar. Logo aos 2 minutos do segundo tempo, um dos donos da festa, Ronaldo, deixou o campo para a entrada de Djalminha. O jogo seguiu morno até que alguém acostumado com outra superfície, o craque do futsal Falcão, aproveitasse erro na saída de bola e enchesse o pé para empatar para os Amigos do Zidane. Para o espetáculo ficar completo, faltava o gol de um dos donos da festa. Com Ronaldo fora, Zidane assumiu a responsabilidade. Após tabela com Loco Abreu, o francês bateu de primeira, de esquerda, sem deixar a bola cair, para marcar um belo gol e ser aplaudido de pé pela torcida. Logo depois, o craque deixou o campo ovacionado mais uma vez. Sem os dois craques, a partida perdeu um pouco o brilho, mas ainda deu tempo para mais dois gols, os dois para o lado de Ronaldo. Com isso, o time do craque brasileiro levou a melhor sobre o de Zidane e venceu por 3 a 2.
continua após publicidade