Esportes

Bianchi diz que pedirá a Riquelme para voltar ao Boca

Da Redação ·
O técnico Carlos Bianchi disse nesta quarta-feira que conversará com Juan Roman Riquelme e pedirá ao meia para que volte a jogar pelo Boca Juniors. A declaração foi dada durante a sua apresentação como novo técnico do clube. Recebido por uma multidão, ele prometeu devolver o time ao período de glórias. Bianchi considera que Riquelme é uma peça-chave para que o Boca Juniors recupere os seus melhores momentos. O jogador de 33 anos foi decisivo nas conquistas do clube sob o comando do treinador. "Sabemos da dimensão de Román, quando põe a camisa do Boca, joga para o Boca", disse Bianchi. "Tratarei de falar com Román, é uma peça importante". Riquelme, de 33 anos, deixou de jogar pelo Boca Juniors após a derrota da equipe na final da Libertadores deste ano, mesmo ainda tendo contrato com o clube. O astro teria problemas de relacionamento com o técnico Julio César Falcioni, que está sendo substituído por Bianchi. O meia também já despertou o interesse de clubes brasileiros, como o Palmeiras, mas o retorno do treinador aumenta as esperanças do torcedor do Boca Juniors de ver novamente o craque em campo com a camisa do clube. Em duas passagens pelo Boca Juniors, Bianchi conquistou nove títulos e é o técnico mais vencedor da história da equipe. "Há coisas que são difíceis de repetir, mas trataremos de ter êxito", disse o técnico, que conquistou três títulos do Torneio Apertura (1999, 2000 e 2003), um Torneio Clausura (1996), três Libertadores (2000, 2001 e 2003) e dois títulos mundiais (2000 e 2003). Depois da sua apresentação oficial para a imprensa, Bianchi entrou no gramado de La Bombonera e foi saudado por aproximadamente 5 mil torcedores, que lhe deram as boas-vindas. "Me dá prazer voltar ao Boca", declarou o treinador, que dirigiu o Boca Juniors pela primeira vez em 1998 e encerrou o seu segundo ciclo em 2004, quando perdeu a final da Libertadores para o Once Caldas, da Colômbia.
continua após publicidade