Esportes

Grã-Bretanha abre nova investigação sobre Hillsborough

Da Redação ·
A Suprema Corte Britânica anulou nesta quarta-feira uma decisão de que as 96 mortes de torcedores do Liverpool no desastre de Hillsborough foram acidentais, e uma nova investigação criminal sobre a tragédia ocorrida no estádio de Sheffield em 1989 vai ser realizada após uma ordem do governo. Os delitos e os erros que provocaram as mortes no jogo entre Liverpool e Nottingham Forest, válido pela Copa da Inglaterra, foram totalmente expostos apenas em setembro, depois que uma comissão independente analisou documentos anteriormente secretos, com a justificativa de buscar a verdade para as famílias das vítimas após 23 anos. Os trabalhos revelaram uma sofisticada tentativa da polícia para transferir a culpa aos torcedores do Liverpool. Policiais foram instruídos a mudar declarações e insinuar que muitos torcedores estavam bêbados e tinham histórias de violência ou criminalidade. Em setembro, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, pediu desculpas pelos erros das autoridades no pior desastre do esporte no país. A realização de uma nova investigação foi anunciada pela ministra do Interior, Theresa May. O ex-chefe da polícia de Durham, Jon Stoddart, será o responsável por dirigi-la. Nenhum agente ou ex-agente com alguma conexão com a tragédia ou com a primeira investigação, ocorrida no dia 15 de abril de 1989, poderá participar apuração. Segundo o relatório divulgado em setembro, o desastre aconteceu principalmente porque houve o acesso de um excesso de pessoas a um setor que já estava lotado por torcedores do Liverpool, o que acabou provocando uma avalanche humana. A maior parte dos torcedores morreu esmagado ou asfixiado. A reação ao desastre de Hillsborough transformou o esportes britânico, incluindo a adoção de cadeiras em todos os estádios dos clubes da elite. Isto também ajudou os times a acabarem com os recorrentes casos de vandalismo, o que mudou a situação como os torcedores se relacionam com o esporte, com um aumento significativo da segurança nos estádios. Depois de um período em que a violência dos torcedores ingleses atrapalhou os clubes, que chegaram a ficar proibidos de participar de competições europeias, as mudanças alteraram a imagem do esporte da Grã-Bretanha, que passou a sediar importantes eventos esportivos, incluindo a Olimpíada e a Paralimpíada em Londres neste ano.
continua após publicidade