Esportes

Após livrar time de queda, Benazzi deixa Bragantino

Da Redação ·
Depois de ajudar o Bragantino a escapar do rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro, o técnico Vagner Benazzi não terá o seu contrato com o clube renovado. O presidente Marcos Chedid não aceitou os valores propostos pelo comandante e sua comissão técnica para renovação do atual compromisso para a temporada de 2013. O time de Bragança Paulista terminou a última Série B da competição nacional na 14.ª posição, com 44 pontos, apenas dois à frente do CRB, clube que encabeçou o grupo de rebaixados completado por Guarani, Ipatinga e Barueri. E Chedid gostaria de ter mantido Benazzi no cargo, mas admitiu que a questão financeira foi determinante para a saída do comandante. "Fico triste e bastante chateado, mas não posso oferecer um valor que não vou ter condições de honrar. Tentamos chegar a um acordo, mas ele não foi possível", lamentou o presidente do clube, para depois acrescentar: "O Bragantino ainda é um time emergente e lutamos contra as dificuldades. As verbas são escassas e não quero ficar com fama de quem promete e não cumpre. O Benazzi é um profissional que merece todo o respeito do mundo. Prefiro correr atrás de outro treinador a enganá-lo". Benazzi deixa o Bragantino em um ano no qual também ajudou o Botafogo, de Ribeirão Preto, a se livrar do rebaixamento no Campeonato Paulista, objetivo assegurado apenas na rodada final da primeira fase da competição. E, na equipe de Bragança Paulista, ele assumiu o clube na 21.ª rodada da Série B e chegou a ocupar a 19.ª colocação da tabela, ficando 12 pontos atrás do 18.º colocado, mas conseguiu contabilizar nove vitórias em 18 partidas sob o comando da equipe e manteve o clube na segunda divisão nacional ao contabilizar um aproveitamento de 54% dos pontos disputados nestes confrontos.
continua após publicidade