Esportes

Fifa revela que África do Sul teve jogo manipulado

Da Redação ·
Um relatório da Fifa sobre manipulação de resultados nas semanas que antecederam a Copa do Mundo 2010 encontrou "evidências convincentes" que um ou mais amistosos envolvendo a anfitriã seleção sul-africana foram manipulados. A Associação de Futebol da África do Sul (Safa, na sigla em inglês) admitiu neste sábado que foi "infiltrada" há dois anos por Wilson Pemural, posteriormente condenado por manipulação, e sua falsa empresa de futebol Football4U, que na verdade era uma fachada para empresas de apostas da Ásia.

Jogadores não foram envolvidos na manipulação. Em vez disso, os árbitros apontados pela Football4U parecem ter sido os responsáveis por forjarem os resultados. A Safa admite que Perumal pode ter sido auxiliado por alguns dirigentes sul-africanos. "A extensão total da rede de crime internacional está agora exposta", disse o chefe executivo da Safa, Robin Petersen, após a África do Sul receber o relatório da Fifa.

A Safa não identificou imediatamente os jogos, mas a vitória da África do Sul por 5 a 0 sobre a Guatemala e 2 a 1 sobre a Colômbia no final de maio 2010, duas semanas antes da Copa do Mundo começar, estavam sob suspeita.

Três pênaltis por toques com a mão na bola foram marcados pelo árbitro Ibrahim Chaibou, de Níger, no jogo entre África do Sul e Guatemala em 31 de maio. Chaibou também será interrogado pela Fifa sobre possível manipulação de jogos suspeitos na África, Ásia e América do Sul, onde vários pênaltis foram marcados, em um indício de que podem ter sido alvo de golpe de apostas.


Todos os três gols da partida entre África do Sul e Colômbia em 27 de maio, que foi apitado por um queniano, foram marcados em cobranças de pênalti. Esse jogo marcou a abertura oficial do reconstruído Estádio Soccer City, que sediou a final da Copa do Mundo entre Espanha e Holanda pouco mais de um mês depois.


A África do Sul também venceu a Tailândia por 4 a 0 e empatou com a Bulgária por 1 a 1 nos jogos de preparação para a Copa do Mundo. Com a suspeita sobre Chaibou, a Safa o retirou de última hora do último jogo da seleção sul-africana antes do Mundial, em 5 de junho de 2010, quando a equipe venceu a Dinamarca por 1 a 0.


"O relatório da Fifa resolve a questão sobre se um ou mais jogos amistosos antes da Copa do Mundo foram manipulados e encontra evidências de que esse foi de fato o caso", disse a Safa em comunicado divulgado neste sábado.


A associação disse que seu comitê de emergência continuará a estudar o relatório compilado pelo ex-chefe de segurança da Fifa, Chris Eaton, e tomará aconselhamento jurídico antes de definir o que vai fazer. A entidade também prometeu que vai investigar se algum dirigente foi conivente com Perumal.

continua após publicidade