Esportes

Chelsea vence fácil e decide Mundial com Corinthians

Da Redação ·
Chelsea vence fácil e decide Mundial com Corinthians
fonte: Agências internacionais
Chelsea vence fácil e decide Mundial com Corinthians

O Chelsea será o adversário do Corinthians na decisão do Mundial de Clubes, no próximo domingo. Nesta quinta-feira, o time inglês, atual vencedor da Liga dos Campeões da Europa, teve boa atuação, confirmou o seu favoritismo e derrotou o Monterrey, do México, por 3 a 1, em Yokohama, que também receberá o a decisão do torneio. A semifinal desta quinta-feira foi acompanhada no estádio por vários jogadores do Corinthians, que na quarta se garantiu na decisão do Mundial com a sofrida vitória por 1 a 0 sobre o Al Ahly, do Egito. Agora, as equipes brasileira e inglesa vão decidir o Mundial neste domingo, às 8h30 (horário de Brasília). Antes, às 5h30, Al Ahly e Monterrey disputarão o terceiro lugar, também em Yokohama. Nesta quinta-feira, o Chelsea foi bem superior na semifinal do Mundial de Clubes e não teve a sua vitória ameaçada em nenhum momento. Com atuações destacadas dos meias Hazard e Juan Mata, o time inglês envolveu o Monterrey com jogadas de velocidade e abriu 3 a 0 com certa facilidade. Assim, a equipe até se poupou após abrir a larga vantagem no começo do segundo tempo e só teve a sua defesa vazada nos instantes finais do duelo. O JOGO - O técnico Rafa Benítez surpreendeu ao definir a formação do Chelsea, com o zagueiro brasileiro David Luiz sendo utilizado como volante, ao lado de Mikel. O treinador também escalou juntos os meias Oscar, Mata e Hazard, com Fernando Torres no comando do ataque. Com essa formação, o Chelsea dominou completamente o início da partida e não deu espaços ao Monterrey, marcando a saída de bola do time mexicano, que não conseguia trocar passes na intermediária e abusou dos chutões. Logo no começo, a equipe londrina criou duas chances de gol, ambas com participação de David Luiz. Aos três minutos, o brasileiro recebeu passe do compatriota Oscar na intermediária, avançou e chutou de fora da área. A bola saiu para fora, por cima do travessão. Depois, aos cinco minutos, David Luiz lançou Hazard. O meia belga entrou na área pela esquerda e finalizou cruzado, mas para fora. Com o jogo sob controle, o Chelsea abriu o placar aos 16 minutos. Ashley Cole passou na entrada da área para Mata. O espanhol chutou forte e a bola entrou no canto direito da meta defendida por Orozco. Após o gol, o Chelsea diminuiu o ritmo e permitiu que o Monterrey equilibrasse o jogo e criasse algumas oportunidades de gol, a maioria delas pelo lado direito da defesa do Chelsea, defendida pelo lateral Azpilicueta. Na principal, aos 27 minutos, Cardozo cruzou para De Nigris, que se antecipou a Cech e cabeceou por cima do travessão. Com ritmo avassalador, o Chelsea definiu a sua classificação para a final do Mundial de Clubes nos instantes iniciais do segundo tempo. Logo no primeiro ataque da etapa final, Hazard avançou pela esquerda e tocou para Torres. O espanhol driblou o seu marcador e finalizou. A bola desviou em um marcador e entrou na meta do Monterrey. O terceiro gol do Chelsea saiu em um rápido contra-ataque, aos três minutos. Torres tocou para Mata, que tentou dar um passe para Oscar. A bola, porém, tocou em Darvin Chávez e foi em direção ao gol do time mexicano. Na jogada seguinte, Hazard penetrou na grande área do Monterrey, driblou três marcadores e finalizou rasteiro. Dessa vez, Orozco conseguiu fazer a defesa. Depois, porém, o Chelsea passou a administrar a sua larga vantagem. O Monterrey tentou esboçar uma reação e teve uma boa oportunidade de gol aos nove minutos, após um cruzamento, com De Nigris. Petr Cech, porém, abafou a jogada. Exceto por essa jogada, o Chelsea não perdeu o controle da partida. Além disso, o time mexicano também evitou se lançar desesperadamente ao ataque e evitou correr riscos de deixar espaços para a velocidade dos meias da equipe londrina. Assim, sem muito interesse das duas equipes, o ritmo do jogo diminuiu e os minutos finais pareciam apenas protocolares. O Monterrey, porém, ainda conseguiu fazer o seu gol, com De Nigris, que chutou rasteiro, na saída de Cech, aos 46 minutos. Nada, porém, que impedisse a classificação do Chelsea para a decisão do Mundial de Clubes. FICHA TÉCNICA MONTERREY 1 x 3 CHELSEA MONTERREY - Orozco; Pérez (Osorio), Mier, Basanta e Chávez; Corona, Meza (Solis), Ayovi e Cardozo; Delgado (Carreño) e De Nigris. Técnico: Victor Vucetich. CHELSEA - Cech; Azpilicueta, Ivanovic, Cahill e Ashley Cole; David Luiz (Lampard), Mikel, Oscar, Mata (Paulo Ferreira) e Hazard; Torres (Moses). Técnico: Rafa Benítez. GOLS - Mata, aos 16 minutos do primeiro tempo; Torres, aos 17 segundos, e Darvin (contra), aos 3, e De Nigris, aos 46 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Carlos Vera (Fifa/Equador). PÚBLICO - 36.648 espectadores. RENDA - Não disponível. LOCAL - Estádio Internacional, em Yokohama (Japão).

continua após publicidade