Esportes

Perdemos a naturalidade, diz Tite

Da Redação ·
O atacante Emerson afirmou que prefere enfrentar o Chelsea na final
fonte: Arquivo
O atacante Emerson afirmou que prefere enfrentar o Chelsea na final

SÃO PAULO, SP, 12 de dezembro (Folhapress) - O técnico Tite afirmou que o resultado foi merecido. No entanto, admitiu que a equipe perdeu a naturalidade no final do jogo. "Jogamos uma situação de jogar contra o tempo, isso é uma situação que o técnico não pede, é natural, inconsciente, perde a naturalidade, perdeu isso nos últimos 15, 20 minutos", disse Tite durante a entrevista coletiva.

"[Mereceu a vitória] Porque fez um grande primeiro tempo, deu volume e não permitiu finalização do adversário. Bota na balança e você vê que a gente mereceu. Se tivesse um processo inverso, o segundo tempo fosse o primeiro, talvez as perguntas não fossem essas. Esse componente de um jogo só pesa, e muito", discursou o treinador.

O fato do gol da vitória ter sido do atacante Guerrero, a quem ele tem defendido a tempos a titularidade do time, não foi motivo de satisfação pessoal. "Nem sabia que tinha sido dele o gol, foi do outro lado. O técnico sempre tem uma visão de conjunto, não tinha preferência de ninguém."

Para a decisão, Tite revelou qual será o foco de seu trabalho para a partida final do torneio no Japão: "Possibilidade real de título. Possibilidade real de título. Chegou nesse estágio, se credenciou a isso. Também tem esse peso emocional do jogo".


Chelsea
O atacante Emerson afirmou que prefere enfrentar o Chelsea na final, marcada para o próximo domingo, às 8h30 (de Brasília), em Yokohama.

A equipe inglesa vai encarar o Monterrey, na quinta-feira, às 8h30 (horário de Brasília), em Yokohama, na outra semifinal do torneio.

"Escolho o Chelsea pela grandeza. Uma final contra o Chelsea seria bacana", disse Emerson, admitindo que não teve uma boa atuação contra o time egípcio. "O Tite conversou comigo que o jogo seria isso, eu teria que acompanhar o lateral, vale o sacrifício, não gosto muito disso, mas o importante foi ajudar a equipe", acrescentou o jogador.

O zagueiro Chicão disse acreditar que a equipe inglesa será a adversária do clube na decisão. "O Chelsea é o favorito. Será um jogo difícil, mas acredito que o Chelsea passa", declarou.

O zagueiro afirmou também que o Corinthians sentiu o peso da estreia no Mundial. "A responsabilidade era toda do Corinthians. Conversamos no intervalo que a responsabilidade ia aumentar. O importante foi que atingimos nosso objetivo", completou.
 

continua após publicidade