Esportes

'Merecíamos vencer', lamenta técnico do Al Ahly

Da Redação ·
Para o técnico Tite, apesar da maior posse de bola do Al Ahly no segundo tempo da partida desta quarta-feira em Toyota, em nenhum momento o Corinthians esteve sob risco. Mas essa não é a opinião do técnico do time egípcio, Hossam El Badry. Para ele, a derrota foi injusta pelo que a equipe apresentou em campo na primeira semifinal do Mundial de Clubes, no Japão. "Obviamente, estou frustrado por termos perdido, porque jogamos muito bem. Eu aceito que tivemos um ou dois erros hoje (quarta)e fomos punidos, mas na minha opinião nós estivemos melhor que o Corinthians. Se você comparar a atuação dos dois times, você tem que dizer que nós merecíamos vencer. Estou orgulhoso do meu time", opinou El Badry. Mas o Mundial ainda não acabou para o Al Ahly. A equipe egípcia, que havia passado pelo Sanfrecce Hiroshima nas quartas de final, ainda joga a decisão do terceiro lugar no domingo, também em Yokohama, às 5h30 pelo horário de Brasília, três horas antes da grande final. A equipe do Egito vai atrás de repetir o feito de 2006, quando terminou o Mundial de Clubes no terceiro lugar. Na ocasião, venceu os mexicanos do América na disputa pela posição. Dessa vez o adversário pode ser o Monterrey, que joga na quinta diante do Chelsea na outra semifinal. O Al Ahly também jogou o Mundial em 2008 e 2005, terminando na sexta posição nas duas vezes.
continua após publicidade