Esportes

Professor e aluno, Velloso e Bruno elogiam Marcos

Da Redação ·
Dois goleiros que fizeram diretamente parte da história de Marcos, mas de formas distintas, Velloso e Bruno fizeram questão de marcar presença no jogo em que marcou o adeus de Marcos, na noite de terça-feira, no Estádio do Pacaembu. Enquanto o primeiro foi por muito tempo um professor para "São Marcos", o outro fez a função de aluno.

Marcos começou a aparecer para o futebol quando Velloso se machucou e abriu a vaga no gol palmeirense. Ainda garoto, o jovem Marcos tentava pegar alguns macetes com o professor Velloso, que nega o rótulo.

"Trocamos conhecimentos, não fui professor dele, não. Trocamos ensinamentos e fomos aperfeiçoando pouco a pouco e pegando manias um do outro", explicou o ex-goleiro, que na despedida de Marcos, atuou pela seleção brasileira de 2002. "Temos de tirar o chapéu por tudo que ele fez e fico honrado em saber que estive presente quando tudo isso começou e estou no jogo de despedida."

Já Bruno conviveu com o Marcos na fase final da carreira e foi a vez dele aprender com o mais experiente. "Ele foi um grande professor. Se sou alguém na minha vida, foi muito graças a ele. A primeira coisa que fiz quando ganhei como melhor goleiro da Copa do Brasil foi dedicar o título para ele. Sem ele, não teria conseguido", disse o atual goleiro do Palmeiras.

continua após publicidade