Esportes

Pacquiao volta para Filipinas e descarta aposentadoria

Da Redação ·
O boxeador Manny Pacquiao declarou nesta quarta-feira, no seu retorno às Filipinas, que não vai se aposentar, apesar do apelo de alguns membros da sua família, que imploraram para que ele deixe o esporte. O filipino inclusive espera voltar a enfrentar o mexicano Juan Manuel Márquez, que o nocauteou no último sábado, em combate realizado na cidade de Las Vegas. "Não se preocupem, voltaremos a nos levantar. Lutarei outra vez. A luta ainda não acabou ainda", disse Pacquiao, no seu desembarque em Manilla, quando estava acompanhado pela sua esposa, Jinkee, onde foi recebido pelo vice-presidente das Filipinas, Jejomar Binay, além de vários parlamentares.

Pacquiao disse que vai descansar por cinco meses antes de voltar para os ringues. O boxeador filipino também foi recepcionado por vários torcedores, que não diminuíram sua idolatria mesmo após a derrota e carregavam cartazes com inscrições como "você ainda é o nosso maior campeão" e "herói".

Considerado um dos principais boxeadores da atualidade, Pacquiao perdeu por nocaute para Márquez ao ser nocauteado no sexto round. O filipino se vê em uma situação inédita na carreira, já que sofreu sua segunda derrota consecutiva - havia perdido para Timothy Bradley em junho.

continua após publicidade