Esportes

Pessuti explica obras a serem construídas para a Copa

Da Redação ·
 Foto ilustrativa
fonte: googleimagens.com
Foto ilustrativa

O vice-governador Orlando Pessuti explicou nesta quarta-feira (24) os projetos de infraestrutura que serão realizados na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), por conta do PAC da Mobilidade Urbana, para a Copa de 2014. Foi durante encontro realizado na Associação Industrial e Comercial da Fazenda Rio Grande (Acinfaz), onde estavam prefeitos, empresários e lideranças comunitárias dos municípios da RMC.

continua após publicidade

“São diversos os investimentos, mas teremos o eixo metropolitano rodoviário, uma obra de R$ 229 milhões que esperamos ter concluído o mais rápido possível para desfrutarmos destes 52 quilômetros de rodovias, avenidas e ruas que vamos modificar e melhorar”, disse Pessuti.

continua após publicidade

O prefeito Francisco Luis dos Santos, disse que a região ganhará muito com as obras. “Estamos recebendo investimentos de diversas empresas e a nossa cidade está crescendo muito. Então, temos que nos preparar para o futuro. As obras no acesso vão acelerar o desenvolvimento da região”, afirmou. O presidente da Acinfaz, Eudes Moreira, enfatizou a necessidade de melhorias no acesso ao município. “Este é o desejo de todo o nosso comércio”, disse.

continua após publicidade

O secretário do comitê executivo da Copa do Mundo de 2014, Wilson Portes, destacou que as obras no Paraná vão representar um investimento de aproximadamente R$ 600 milhões. “Na semana que vem, teremos uma reunião com o Ippuc e Copel em que será definido o projeto de revitalização da Avenida das Torres e o cabeamento subterrâneo da rede elétrica”, disse.

PALESTRA – O diretor técnico da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Antonio Wandscheer, destacou as obras viabilizadas pelo Governo do Estado na região, em especial em Fazenda Rio Grande.

continua após publicidade

“Estas obras do PAC da Mobilidade vão atender, além dos visitantes, os trabalhadores da região, pois o tempo de viagem, de 30 minutos até o Pinheirinho, vai diminuir pela metade”, informou.

Na sequência, o assessor técnico da Comec, Gil Polidoro, falou sobre o PAC da Mobilidade e sobre o Programa de Integração do Transporte – PIT.