Esportes

Álvaro Negrão é aclamado novo presidente do Guarani

Da Redação ·
Pela terceira vez em menos de um ano, o Guarani tem um novo presidente. Na noite desta segunda-feira, de forma praticamente unânime, Álvaro Negrão foi aclamado novo mandatário do clube até março de 2014. Ele era candidato em uma chapa única, já que as diversas correntes políticas do clube se uniram para um gestão de coalizão. A vice-presidência fica com Horley Senna e Rodrigo Ferreira foi reeleito presidente do Conselho Deliberativo. A segunda foi movimentada no Guarani. Pouco antes das 17 horas, o ex-atacante Amoroso anunciou que deixaria o cargo de diretor de futebol amador alegando falta de união na chapa única. Às pressas, uma reunião foi convocada para tentar resolver a situação, mas os ânimos ficaram ainda mais exaltados. Após as eleições, porém, a calma reinou. O caos político do Guarani começou após a renúncia de Marcelo Mingone, no início de novembro. Sem dinheiro em caixa para manter as contas em dia, o time tem sido comandado de forma interina pelo presidente do Conselho Deliberativo, Rodrigo Ferreira Costa Silva. A crise interna se estendeu para dentro dos gramados. O Guarani terminou a Série B com três derrotas seguidas e acabou rebaixado à Série C do Campeonato Brasileiro. É a oitava queda, no futebol paulista e nacional, somente na última década. A nova diretoria também terá de correr contra o tempo para montar o elenco para 2013. A expectativa é de que pelo menos dez reforços cheguem ao clube, já que o elenco que disputou a Série B sofreu um grande desmanche.
continua após publicidade