Esportes

Novo acordo fará camisa corintiana valer R$ 50 milhões

Da Redação ·
O Corinthians terá uma camisa avaliada em R$ 50 milhões. Após fechar patrocínio master com a Caixa por R$ 30 milhões, o clube irá renovar o contrato com a Fisk e vai abrir um novo espaço no uniforme, que ficará mais "poluído". O novo acordo com a escola de idiomas, que deve ser assinado logo depois do Mundial, terá validade de dois anos. Ele vai render ao time cerca de R$ 12 milhões (antes garantia R$ 10 milhões aos cofres corintianos). A diferença é que a Fisk ocupava o espaço da barra da camisa, pouco atraente para o patrocinador. O logotipo da empresa, agora, irá para as mangas da camisa. O ombro, que está vago, também está à venda. Esse espaço deve render R$ 5 milhões. A TIM, que estampa sua logomarca dentro do número do uniforme, paga R$ 2 milhões por ano (o contrato vai até 2013). Somados os R$ 30 milhões pagos pela Caixa, com os R$ 12 milhões que a Fisk irá pagar, mais a TIM (R$ 2 milhões) e o espaço do ombro que está à venda, o Corinthians lucrará cerca de R$ 50 milhões com patrocínio de camisa, valor recorde para o mercado brasileiro. No Japão, o presidente Mário Gobbi anunciou a ampliação de contrato com a Nike, fornecedora de material esportivo. Pelo novo acordo firmado, a empresa vai pagar R$ 30 milhões ao ano ao clube, até 2022.
continua após publicidade