Esportes

Holanda prende mais 4 pessoas por morte de bandeirinha

Da Redação ·
A polícia holandesa prendeu mais quatro suspeitos em uma investigação sobre o ataque a um auxiliar de arbitragem, que morreu um dia depois de serem agredidos por jogadores de uma equipe, em um torneio de categorias de base. As prisões desta terça-feira elevam para oito o número de suspeitos sob custódia em razão deste caso, sendo sete deles adolescentes.

Em um comunicado, a polícia disse que deteve três adolescentes e um homem de 50 anos, o primeiro adulo a ser preso pelo incidente, todos de Amsterdã. A morte do bandeirinha Richard Nieuwenhuizen provocou intenso debate e levantou preocupações sobre a crescente onda de violência em torno do esporte na Holanda e em como controlá-lo. Cerca de 12 mil pessoas participaram de uma marcha no domingo para homenagear Nieuwenhuizen. O auxiliar de arbitragem trabalhou na partida entre os juvenis do Buitenboys e Nieuw Sloten, em 2 de dezembro. Ele foi agredido por jogadores do Sloten após o encerramento do jogo e precisou ser hospitalizado. Nieuwenhuizen não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte.

continua após publicidade