Esportes

Fábio Santos enaltece experiência antes de estreia

Da Redação ·
O lateral-esquerdo Fábio Santos avaliou nesta segunda-feira que a presença de jogadores experientes no elenco do Corinthians, como o zagueiro Chicão, o meia Danilo e o atacante Emerson, pode ser decisiva para o time faturar o título do Mundial de Clubes, que está sendo realizado no Japão. Para ele, esses atletas vão ajudar o time paulista a não sentir a pressão. "Faz bastante diferença ter jogadores rodados que não sintam pressão. Ganhamos a Libertadores por ter jogadores experientes, nossa equipe tem média de idade bacana, com jogadores jovens que estão no melhor momento e experientes que já passaram por isso", disse. Após acompanhar a vitória do Al Ahly sobre o Sanfrecce Hiroshima por 2 a 1, no domingo, que classificou o time egípcio às semifinais do Mundial de Clubes, Fábio Santos apontou a forte defesa como principal virtude do primeiro adversário corintiano no Japão. "É uma equipe que se defende muito bem, tem um contra-ataque forte, e é experiente, sabe lidar com esse tipo de competição, é mais madura que a equipe japonesa", afirmou Fábio Santos, ressaltando a importância do Corinthians fazer um gol no começo do jogo de quarta-feira. "A gente tem uma estrutura de jogo e tenta colocar dentro de campo independentemente adversário, o importante é sair na frente, se sair atrás do placar eles vão se defender muito bem", comentou.

Fábio Santos também revelou que o Corinthians está sob alerta para o risco do jogo com o Al Ahly ser disputado com neve. "Eu já tive essa experiência, é complicado, porque foge do que estamos acostumados, mas vamos nos adaptar mais rápidas, acho que não vamos treinar com neve, o que seria ideal, mas depois o pé congela, com ou sem neve, a temperatura na hora do jogo será baixa, precisamos nos acostumar com isso", disse. O lateral-esquerdo corintiano também avaliou que o Chelsea chegará motivado para a disputa do Mundial de Clubes com o desejo de uma resposta ao seu torcedor após cair na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

"Quando você é eliminado numa competição importante, abala, mas vão vir motivados, quando a bola rola, eles vão esquecer esse mau resultado. Não sei como vão tirar proveito de tudo isso, mas nós estamos focados", afirmou.

continua após publicidade