Esportes

Corona sonha em levar time mexicano para final inédita

Da Redação ·
Autor do primeiro gol do Monterrey na vitória por 3 a 1 sobre o Ulsan Hyundai no domingo, o meia Jesús Corona garante não estar satisfeito apenas por levar o time mexicano às semifinais do Mundial de Clubes, que está sendo realizado no Japão. O jovem de 19 anos quer fazer história diante do Chelsea e classificar pela primeira vez um time do México e da Concacaf para a decisão do torneio. "É uma grande motivação jogar contra uma equipe assim, que sempre vejo pela TV. Sabemos que nunca um time da Concacaf conseguiu jogar a final do Mundial de Clubes e isso serve como motivação extra", afirmou Corona, motivado para o duelo com o Chelsea, que será disputado nesta quinta-feira em Yokohama. Corona só foi titular diante do Ulsan em razão da ausência de Humberto Suazo, um dos principais jogadores do time mexicano. Assim, o meia agradeceu o apoio recebido e o voto de confiança dado pela comissão técnica do Monterrey, que decidiu apostar nele, apesar da sua juventude. "Recebi o apoio dele e de todo o elenco. Disseram que jogasse com tranquilidade e fizesse o que sei dentro de campo. Sempre é preciso estar preparado, mas gestos como esses ajudam muito", disse, ao site oficial da Fifa.
continua após publicidade