Esportes

Vinícius diz que temeu por fim de carreira no futsal

Da Redação ·
Capitão e um dos principais jogadores da seleção brasileira que disputa a Copa do Mundo de Futsal, realizada na Tailândia, Vinícius vivia momento bem diferente há pouco mais de cinco meses. Ele havia sofrido uma grave lesão no joelho, passado por cirurgia, e chegou a ouvir de alguns médicos que nunca mais poderia jogar profissionalmente. "Pensei que nunca mais jogaria futsal, muito menos pela seleção", declarou, em entrevista publicada nesta terça-feira no site da Fifa. "Trabalhei duro nos últimos cinco meses para recuperar a força e conseguir estar presente na Tailândia. Fiz fisioterapia, treinei todos os dias e segui programas de condicionamento físico extremamente puxados", declarou. Aos 35 anos, o jogador sabe, no entanto, que este será seu último Mundial pela seleção e por isso quer aproveitar cada minuto na Tailândia. "Sinto um grande orgulho de estar disputando a minha terceira Copa do Mundo de Futsal, ainda mais aos 35 anos. Quero curtir cada momento aqui, porque esta será a minha última participação." Se vive boa fase na seleção, em seu clube não é diferente. Vinícius foi um dos destaques da Intelli, de Orlândia, no título da última Liga Futsal, ao lado de astros como Falcão. "Antes de fechar o contrato com a Intelli, conversei com o Falcão e ele disse que o clube era grande e seria um ótimo lugar para a minha reabilitação", lembrou.
continua após publicidade