Esportes

Presidente do Flu mantém cautela e evita falar em título

Da Redação ·
O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, manteve a cautela nesta segunda-feira e evitou falar em título antecipado. O dirigente usa a surpreendente campanha do time em 2009, quando escapou do rebaixamento, para mostrar que resultados inesperados podem mudar a história do campeonato. "A gente só vai trabalhar com a faixa no dia que for 100% campeão. Todo mundo conhece 2009. Ninguém quer ver um 2009 reverso", alertou o presidente, em entrevista à Rádio Brasil. Há três anos, o Fluminense superou as expectativas altamente pessimistas, que apontavam rebaixamento iminente, para iniciar uma série vitoriosa que o manteve na Série A. Siemsen teme que novos resultados surpreendentes tirem o tetracampeonato brasileiro do Fluminense. Faltando apenas quatro rodadas para o fim do Brasileirão, o time carioca poderá ser campeão no próximo fim de semana, se vencer o Palmeiras e o Atlético-MG tropeçar diante do Vasco. Questionado sobre o futuro do Fluminense, o presidente afirmou que o clube vai fazer contratações pontuais para 2013. Mas não citou possíveis nomes e negou, a exemplo do diretor executivo Rodrigo Caetano, uma possível negociação com Ronaldinho Gaúcho, atualmente no rival Atlético-MG.
continua após publicidade