Esportes

Rivaldo deixa Angola, mas não confirma aposentadoria

Da Redação ·
O veterano Rivaldo confirmou nesta segunda-feira que está deixando o Kabuscorp, time angolano que defendeu nos últimos 10 meses. Após se machucar, há duas semanas, o atacante não renovou seu contrato e decidiu deixar o país africano. Apesar dos 40 anos, Rivaldo evitou falar em aposentadoria em anúncio divulgado em sua página no Twitter. "Dia de despedida aqui em Angola, mas será só no futebol pois, com certeza, Angola é minha casa para sempre. Sentirei saudades. Mas logo estarei de volta", declarou o jogador, eleito o melhor do mundo em 1999 e campeão mundial com a seleção brasileira em 2002. Rivaldo desembarcou na capital Luanda em janeiro deste ano e ajudou o modesto Kabuscorp a alcançar o quarto lugar no Campeonato Angolano. Peça fundamental da equipe, o atacante marcou 11 gols em 21 jogos e foi o terceiro maior goleador da competição. O brasileiro ainda foi eleito o melhor estrangeiro do campeonato. "Estou muito grato ao presidente [do clube] Bento Kangamba, aos torcedores, jogadores em geral pelo grande apoio e carinho que recebi. Fiz várias amizades, conheci uma outra cultura, tive o privilégio de poder fazer um pouco pelas crianças que necessitam, colocando o Instituto Rivaldo10 em Ação", enumerou o atacante, que ajudou a financiar a construção de uma igreja na capital. Rivaldo revelou que está comprando uma casa em Luanda para poder visitar o país com mais frequência. "Estou trabalhando para conseguir meu visto de residência, para poder ter livre acesso a este país que, com certeza, será minha segunda casa. Estou até comprando uma casa aqui, para poder retornar inúmeras vezes", declarou. O brasileiro já havia cogitado a possibilidade de deixar o futebol angolano há duas semanas, quando anunciou uma lesão no ombro e nas costas. A contusão o deixaria de fora do restante do campeonato. Sem poder jogar mais neste ano, Rivaldo disse que poderia sair do time ou até mesmo se aposentar definitivamente. Como não mencionou a aposentadoria nesta segunda, Rivaldo criou a expectativa de que deverá alongar sua carreira até o próximo ano, no Brasil. Ele não mencionou nenhuma negociação, mas já negou rumores sobre eventuais acertos com o Palmeiras, seu ex-time, e o Toledo, do interior do Paraná.
continua após publicidade