Esportes

Bahia vence e põe Portuguesa na luta contra descenso

Da Redação ·
Preocupados com a ameaça do rebaixamento, Portuguesa e Bahia tinham tudo para ficar no empate sem gols, neste domingo à noite, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas o time baiano "achou" seu gol aos 32 minutos do segundo tempo, com o atacante Souza, venceu por 1 a 0, quebrou o jejum de seis jogos sem vitória e deixou o Canindé com os mesmos 40 pontos do adversário paulista, que está na frente, em 15.º lugar, por ter melhor saldo de gols: -1 a -4. Os dois times, agora, ficam quatro pontos à frente do Sport, equipe que abre a zona de rebaixamento. E a Portuguesa vai precisar melhorar nos últimos quatro jogos, porque não vence há seis partidas e não faz um gol há quatro. Para acabar com a seca de vitórias, os dois times iniciaram o jogo demonstrando disposição ofensiva. A Portuguesa tentava chegar ao ataque na base da pressão e do toque de bola, mas exagerava nos erros de passes - mais de 30 só no primeiro tempo. O Bahia tentava imprimir velocidade nos contra-ataques com Jones Carioca, apostando no "faro de gol" de Souza. No segundo minuto, Bruno Mineiro apareceu bem na área em condições de finalização, mas estava impedido. Aos quatro, Souza chegou a marcar o gol para os visitantes, mas antes cometeu falta sobre Valdomiro, marcada pelo árbitro. A rigor, porém, aconteceram só duas chances reais, uma para cada lado. Aos 23 minutos, após levantamento de Jones Carioca, Gabriel completou e Dida mandou para escanteio. E aos 43 minutos, após escanteio, Valdomiro cabeceou e Marcelo Lomba teve que tirar com o pé para evitar a chegada de Bruno Mineiro. O segundo tempo começou sem mudanças e em alta velocidade. Aos cinco minutos, Souza foi lançado e ajeitou a bola no peito enquanto a defesa pedia impedimento. Mas o atacante enfeitou na sequência, tentando dar um toque de calcanhar. No lance seguinte, a Portuguesa devolveu. Ananias foi lançado em velocidade, entrou na área e dividiu com Jussandro. O árbitro não marcou pênalti. O jogo continuou equilibrado. Aos 31 minutos, Geninho tentou colocar os mandantes no ataque, tirando o volante Léo silva para a entrada do atacante William Xavier. Apesar de uma leve melhora, o gol não saiu. Isso para a Portuguesa, porque o Bahia chegou lá aos 32 minutos. Diones chutou de longe, forte. A bola quicou na frente de Dida, que não conseguiu encaixar. O rebote caiu nos pés de Souza que, em velocidade, chutou no alto. Depois disso, Dida ainda fez duas grandes defesas e evitou uma goleada. A Lusa, mesmo com as entradas dos atacantes Heverton e Rodriguinho, não chegou mais no gol adversário. A 35.ª rodada será realizada no próximo final de semana. No sábado, a Portuguesa vai jogar diante do Botafogo, no Engenhão, no Rio de Janeiro, a partir das 19h30. No domingo, às 19h30, no Independência, o Bahia vai tentar segurar o Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA:


PORTUGUESA 0 X 1 BAHIA


PORTUGUESA - Dida; Luís Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Marcelo Cordeiro (Rodriguinho); Ferdinando (Héverton), Léo Silva (William Xavier), Boquita e Moisés; Ananias e Bruno Mineiro. Técnico - Geninho.


BAHIA - Marcelo Lomba; Neto, Lucas Fonseca, Titi e Jussandro (Fabinho); Fahel, Diones, Hélder e Gabriel (Victor Lemos); Jones Carioca (Elias) e Souza. Técnico - Jorginho.


GOL - Souza, aos 32 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS - Diones e Jussandro (Bahia); Moisés (Portuguesa).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

continua após publicidade