Esportes

Joinville surpreende e Criciúma não volta à liderança

Da Redação ·
O Criciúma não consegue repetir as boas atuações no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma, que lhe transformou no melhor mandante. Neste sábado, o Joinville foi até o "Caldeirão do Tigre" e conseguiu a vitória por 3 a 2, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o tropeço, o Criciúma perdeu a segunda partida seguida em casa, mas segue com 68 pontos, na vice-liderança. Poderia, em caso de vitória, ter ultrapassado o Goiás, que tem 70. A única boa noticia para os torcedores do Criciúma foi o gol do atacante Zé Carlos. Ele balançou a rede uma vez e chegou ao 26.º gol, sendo o maior artilheiro da história da Série B. Já o Joinville seguiu com bom desempenho nos confrontos catarinenses. Esta foi a quarta vitória, em quatro jogos. Com 56 pontos, ocupa a sexta posição. O Criciúma começou o jogo no ataque, mas aos 12 minutos quem abriu o placar foi o Joinville. Após cruzamento, a bola sobrou para Glaydson, que bateu com força. Ela desviou no caminho e matou o goleiro Douglas. O jogo passou a ficar muito disputado no meio de campo, com o time da casa com mais posse de bola. Mas, aos 39, o lateral Marlon e o meia Jailton se desentenderam em campo e acabaram sendo expulsos. Cada equipe ficou com 10 jogadores. No segundo tempo, o Criciúma voltou melhor, com mais objetividade, e aos quatro minutos acertou a trave com Lins. No ataque, aos 11, fez o gol de empate. Após cruzamento, o próprio Lins desviou e balançou as redes. Mas, quando todos esperavam que o clube da casa viraria o placar, o Joinville fez o segundo gol. Aos 18 minutos, Willian fez boa jogada e bateu com força, sem chances para Douglas. Para "matar o jogo", aos 27, Marcinho fez o terceiro. Após cruzamento, no bate e rebate o atacante só tocou para o gol aberto. Em todo jogo do Criciúma a emoção acontece no final e, aos 41 minutos, em uma cobrança de pênalti, Zé Carlos balançou as redes, chegando ao seu 26.º gol, sendo o maior artilheiro da Série B na história. Pela 35.ª rodada, os times voltam ao gramado na próxima terça-feira, quando o Criciúma recebe o São Caetano, às 19h30, em Criciúma, e o Joinville joga no mesmo dia e horário contra o Guaratinguetá, na Arena Joinville. FICHA TÉCNICA CRICIÚMA 2 x 3 JOINVILLE CRICIÚMA - Douglas Leite; Eric (Valdo), Matheus, Ozéia e Marlon; Diego Oliveira, Fransérgio, Válber (Itaqui) e Giovanni Augusto (André Gava); Lins e Zé Carlos. Técnico: Paulo Comelli. JOINVILLE - Ivan; Eduardo, Diego, Maurício (Pedro Paulo) e Willian (Dejair); Leandro Carvalho, Glaydson (Carlos Alberto), Ricardinho e Jaílton; Lima e Marcinho. Técnico: Marcelo Serrano. GOLS - Glaydson, aos 12 minutos do primeiro tempo; Lins, aos 11, Willian, aos 18, Marcinho, aos 27, e Zé Carlos (pênalti), aos 41 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Giovanni Augusto, André Gava e Zé Carlos (Criciúma); Ivan, Diego Jussani, Willian e Glaydson (Joinville). CARTÕES VERMELHOS - Marlon (Criciúma); Jailton (Joinville). ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (Fifa/PE). RENDA - R$ 313.515,00. PÚBLICO - 17.302 pagantes. LOCAL - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).
continua após publicidade