Esportes

Time mineiro de Cuca só empata e fica longe do líder

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Time mineiro de Cuca só empata e fica longe do líder
Time mineiro de Cuca só empata e fica longe do líder

SÃO PAULO, SP, 1º de novembro (Folhapress) - Atlético-MG e Flamengo ficaram no 1 a 1 ontem à noite, no Independência, em Belo Horizonte, fechando a 33ª rodada do Brasileiro. O resultado beneficiou o Fluminense, que viu o time mineiro reduzir apenas um ponto de desvantagem na briga pelo título. Agora o Atlético-MG tem 64 pontos, oito a menos que o líder. Já o Flamengo está apenas na 14ª posição, com 41 pontos. O jogo foi bastante conturbado. A pressão do time da casa começou antes da bola rolar, com a distribuição de apitos para os torcedores. Graças a uma falta feita por Ronaldinho, logo na saída de bola, a reclamação com o árbitro Sandro Meira Ricci foi constante. A confusão aumentou quando Guilherme foi deslocado por Ibson dentro da área, logo aos 10min da primeira etapa. O pênalti duvidoso não foi marcado e os técnicos dos dois times eram ameaçados de expulsão devido à veemência das reclamações. O mais perto que o time alvinegro chegou do gol de Felipe foi ao acertar o travessão, em chute de Jô, aos 20min. Parecia que o Flamengo só chegaria ao gol graças a uma jogada individual de Vagner Love ou Liedson. Mas foi com Renato, aos 27min em chute forte e rasteiro de fora da área, que o placar foi aberto. Ainda na primeira etapa, o goleiro flamenguista Felipe se machucou e foi substituído pelo reserva Paulo Victor. Aos 42min, o lateral rubro-negro Wellington Silva foi expulso ao receber o segundo cartão amarelo. E, no intervalo, o técnico Dorival Junior também acabou expulso por reclamação. O segundo tempo foi todo de ataque do Atlético-MG contra defesa do Flamengo. A prioridade no time de Cuca eram os cruzamentos na área, e o empate veio aos 12min, com Leonardo, de cabeça, aproveitando cruzamento de Bernard. O Flamengo segurou o empate graças ao goleiro Paulo Victor, que fez boas defesas e ainda viu Ronaldinho acertar a trave em chute em falta já no final da partida. No sábado, o Flamengo recebe o Figueirense. No dia seguinte, o Atlético-MG visita o Coritiba. ATLÉTICO-MG Victor; Marcos Rocha (Neto Berola), Leonardo Silva, Réver e Richarlyson; Pierre (Serginho), Leandro Donizete, Guilherme (Leonardo) e Ronaldinho Gaúcho; Bernard e Jô. Técnico: Cuca FLAMENGO Felipe (Paulo Victor); Wellington Silva, Renato Santos, Marcos González e Ramon; Amaral, Ibson, Renato e Cléber Santana (Wellington Bruno); Liedson (Welinton) e Vagner Love. Técnico: Dorival Júnior Estádio: Independência, em Belo Horizonte Árbitro: Sandro Meira Ricci Gols: Renato, aos 27min do 1º tempo; Leonardo, aos 12min do 2º tempo Cartões amarelos: Leonardo Silva, Pierre (A), Wellington Silva, Ibson, Renato, Amaral e Renato Santos (F) Cartão vermelho: Wellington Silva (F) e Carlos César (A)  

continua após publicidade