Esportes

São Paulo bate Universidad de Chile e fica perto de semi

Da Redação ·
O São Paulo deu um importante passo rumo à semifinal da Copa Sul-Americana, na noite desta quarta-feira, ao vencer o jogo de ida contra a Universidad de Chile por 2 a 0, em Santiago. Willian José, autor dos dois gols, e Wellington foram os principais jogadores do time brasileiro diante do atual campeão do torneio. Mesmo poupando Luis Fabiano e Paulo Miranda, visando o Brasileirão, o São Paulo encontrou facilidade em solo chileno. Dominou a partida com relativa tranquilidade, ao fazer os gols ainda no primeiro tempo, e soube administrar a boa vantagem. Só correu risco no início do segundo tempo, quando precisou conter a pressão dos anfitriões. Rogério Ceni, então, fez defesas decisivas e garantiu o placar. Com os dois gols marcados em Santiago, o São Paulo entrará em campo na próxima quarta-feira com a vantagem de jogar por um empate ou até por uma derrota pela diferença de um gol. Se a Universidad de Chile devolver o placar, o duelo será decidido nos pênaltis. Caso os chilenos vençam por outro marcador com dois gols de diferença, conquistam a vaga na semifinal. A partida da volta será disputada no Pacaembu. O Estádio do Morumbi não poderá sediar o jogo porque receberá o show da cantora Lady Gaga no mesmo dia. O JOGO - Nem o São Paulo esperava tanta facilidade no primeiro tempo da partida disputada nesta noite, em Santiago. Defendia-se com certa firmeza, diante do fragmentado ataque chileno, e chegava ao ataque sem fazer maiores esforços. Assim, quase abriu o placar em investida de Osvaldo pela esquerda, aos 7. O atacante se enrolou com a marcação e caiu dentro da área. O árbitro desconsiderou o lance. No mesmo minuto, e em nova jogada pela esquerda, Willian José recebeu bom passe de Wellington e encheu o pé, de fora da área. A bola foi em direção ao goleiro Jhonny Herrera, que não conseguiu fazer a defesa: 1 a 0. Wellington voltou a ser decisivo aos 18 minutos. O volante puxou contra-ataque a partir da entrada da área, atravessou todo o meio-campo sem enfrentar resistência e deu passe açucarado para Lucas cruzar na área. Willian José ainda contou com um novo vacilo na marcação dentro da área para empurrar para as redes. Superior em campo, o São Paulo viu sua situação favorável se consolidar na partida aos 25 minutos. O lateral Mena falhou ao recuar para o goleiro e, na tentativa de recuperar a bola, fez falta em Osvaldo. Como era o último homem da defesa, o jogador chileno foi expulso de campo. Com um a mais em campo, o São Paulo resolveu administrar o resultado, sem sofrer sustos. Reduziu as investidas no ataque, apesar das chances desperdiçadas por Willian José, aos 28, e Jadson, aos 43, e se segurou na defesa. Neste mesmo ritmo, o São Paulo começou o segundo tempo e quase foi surpreendido pelo acelerado ataque chileno. Empurrada pela torcida, a Universidad partiu para cima e criou sucessivas chances, aos 3, 8 e 9 minutos. Rogério Ceni fez três defesas decisivas que garantiram a vantagem são-paulina no placar. O São Paulo só estabilizou o jogo após mudanças no time. Ney Franco improvisou o zagueiro Edson Silva na lateral-esquerda, devolveu Douglas à lateral-direita, sacou Jadson e reforçou o meio-campo com Maicon. Mais consistente em todos os setores, o time brasileiro conteve o ímpeto dos chilenos e restabeleceu o equilíbrio na partida. Chegou a levar perigo ao gol de Herrera, com Willian José e Lucas. Mas não conseguiu ampliar o placar. Antes do duelo da volta, o São Paulo entrará em campo neste fim de semana, em rodada do Brasileirão. O adversário da vez será o líder Fluminense, domingo, no Morumbi. O time de Ney Franco tentará consolidar sua vaga no G4 da tabela, de olho na Copa Libertadores de 2013. FICHA TÉCNICA: UNIVERSIDAD DE CHILE 0 x 2 SÃO PAULO UNIVERSIDAD DE CHILE - Herrera; Acevedo, Gonzalez, Rojas, Mena; Aránguiz, Martínez (Marino), Cereceda (Duma), Ubilla; Gutiérrez e Lorenzetti (Rodríguez). Técnico: Jorge Sampaoli. SÃO PAULO - Rogério Ceni; Douglas, Rafael Tolói, Rhodolfo, Cortez (Maicon); Wellington, Denilson, Jadson (Edson Silva); Lucas, Willian José e Osvaldo (Ademílson). Técnico: Ney Franco. GOLS - Willian José, aos 7 e aos 18 minutos do primeiro tempo. CARTÕES AMARELOS - Cortez, Rhodolfo, Lucas, Douglas, Rojas, Wellington. CARTÃO VERMELHO - Mena. ÁRBITRO - Martín Vásquez (URU). RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio Nacional, em Santiago (Chile).
continua após publicidade