Esportes

Djokovic entra com máscara de Darth Vader e leva virada histórica

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 31 de outubro (Folhapress) - Novak Djokovic aprontou mais uma graça antes de levar uma virada histórica, em Paris, hoje. Conhecido pelo jeito descontraído -já dançou e até imitou Rafael Nadal e Maria Sharapova-, o tenista sérvio apareceu com uma máscara do personagem de Darth Wader. Esta não é a primeira vez que faz isto no Dia das Bruxas -em 2011, na Basileia (Suíça), botou uma máscara do Coringa, inimigo do Batman.

O ato de Djokovic coincide com o Halloween e também com o fato de a Disney ter comprado por US$ 4 bilhões os direitos de "Star Wars", uma das sagas cinematográficas mais lucrativas da história, ontem.

Atual número dois do mundo, Djokovic estreou no Masters 1000 de Paris contra o americano Sam Querey (23º do mundo) e perdeu, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 0/6, 7/6 (7-5) e 6/4, em 2 horas.

Este foi o quinto confronto entre ambos e a primeira vitória do americano.

Além da quebra do tabu, Querrey conseguiu um feito que ninguém obtinha desde março de 2010: eliminou Djokovic na estreia de um torneio. O último fora o belga Olivier Rochus, no Masters 1000 de Miami.

Nas oitavas de final, o americano irá enfrentar o canadense Milos Raonic (cabeça de chave número 14) ou o francês Jeremy Chardy.

Apesar da queda, Djokovic voltará a ser número 1 do mundo na próxima segunda-feira, quando será divulgado o novo ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). Também na semana que vem ele participa do último torneio oficial da temporada, as Finais da ATP. Depois, parte para jogos de exibição, inclusive uma contra Gustavo Kuerten, no Rio.



Veja mais resultados de hoje do Masters 1000 de Paris:

Segunda rodada

Gilles Simon (França) vence Victor Hanescu (Romênia): 7/5 e 6/3

Kevin Anderson (África do Sul) vence Richard Gasquet (França): 7/6 (7-5), 4/6 e 6/1

Juan Monaco (Argentina) vence Grigor Dimitrov (Bulgária): 7/6 (7-4) e 6/2

Janko Tipsarevic (Sérvia) vence Igor Sijsling (Holanda): 6/4 e 7/6 (7-0)

David Ferrer (Espanha) vence Marcel Granollers (Spain): 6/1 e 6/3
 

continua após publicidade