Esportes

Após calote, parceira do Corinthians encerra promoção

Da Redação ·
A empresa "Apito Promocional", que sorteava viagens ao Japão para corintianos acompanharem o time na disputa do Mundial de Clubes em dezembro, anunciou, por meio de comunicado, o fim da promoção, fato que irritou torcedores do Corinthians. A "Apito Promocional" ocupou o espaço nobre da camisa do Corinthians sem pagar nada pelo privilégio, já que o clube levou um calote de cerca de R$ 1 milhão. Segundo a diretoria corintiana, a empresa prometeu pagar o valor até dezembro. Sobre o fim da promoção para os torcedores, o diretor jurídico do Corinthians eximiu o clube da responsabilidade. "Não temos culpa", disse Luiz Bussab. A "Apito Promocional" havia acertado um acordo para estampar sua marca na camisa do Corinthians por sete jogos no Campeonato Brasileiro. Pagaria R$ 1,5 milhão por isso. Após cinco jogos, o clube havia recebido apenas R$ 400 mil e decidiu, então, tirar a logomarca da camisa à espera do restante do pagamento, o que até agora não aconteceu - se o dinheiro não chegar até dezembro, o Corinthians promete ir à Justiça. A promoção funcionava da seguinte forma: torcedores compravam adesivos que davam direito a cupons para o sorteio. Agora, a empresa promete devolver o dinheiro de quem comprou os adesivos. E diz ainda que os cinco ganhadores do primeiro sorteio terão garantida a viagem ao Japão para assistir ao Mundial.
continua após publicidade